As minhas vizinhas: As cámaras de videovigilância

Eu, que olho desde a minha gávea, nom podia deixar de manifestar o meu nojo por estas cámaras ubicadas á minha altura e exiger seu desmantelamento imediato

110478513981d72d8a5f Em 13 de junho de 2015, há agora 8 meses, tomava formalmente a posse da alcaidia de Compostela (lugar onde moro) Martiño Noriega da plataforma eleitoraleira Compostela Aberta constituida por militantes dos partidos Anova, EU e Podemos e algumhas independentes; quem obtiveram 12 assentos dos 25 que formam a cámara e 16.327 votos; e que contaram com o apoio do BNG (que ficou só com 2 cadeiras e 3.277 apoios ) e a abstençom do PSOE (4 representantes e 6.919 votantes) e contou com o voto em contra do partido dos recordes de corrupçom que governara os anteirores 4 anos com 3 exalcaides numha só legislatura: o PP (que contou com 15.869 votos e 9 concelhais) numhas eleiçons municipais celebradas 3 semanas antes, em 24 de maio onde, dum censo de algo mais de 77 mil pessoas, foram votar só 48 mil, apenas 2 de cada 3 pessoas com direito a voto, entanto mais de 29 mil figéramos caso omisso ás ofertas de novas formas de governar que prometiam câmbios e mudanças sinificativas no modelo de gestom municipal.

Desde entom nenhum câmbio sinificativo resenhável chegou a produzir-se nesta cidade, além de gestos para a galeria como os de nom acodir a atos eclesiáticos pero sem se atrever a dar passos para desmarcar-se totalmente da pressom católica e assim no Nadal tanto montarom o Belém como acenderom luzes consumistas e para mais “inri” os múltiples conventos, igrejas, colégios, vivendas e outras propriedades desta casta que sequestra moças ou permite e silência o abuso sexual de minores dentro das mesmas, seguem tendo exepçom de pago do Imposto sobre Bens Imóveis (possue mais de 1,1 milhons de metros quadrados no término municipal, dos que 850 mil o som de uso “nom religioso” com um total de 91 prédios com um valor catastral conjunto de 61,5 milhons!!), entanto o novo alcaide pretendia subir este imposto ao resto da cidadania, algo que nom conseguiu polos votos em contra de PP e PSOE.

Pero é que nem sequer esses acenos á galeria tenhem viso de cumprimentar e/ou reparar as agressons aos direitos civis cometidos pelos anteriores vereadores e suas equipas do PSOE e PP; como é o caso das cámaras de vigilância nas ruas, onde há até 10 lugares controlados só no casco velho que se instalaram sob a escusa de “assegurar a proteçom dos edifícios e instalaçons públicas e dos seus acessos, constatar as infraçons da seguridade cidadá e previr a causaçom de danos em bens e pessoas” .

No entanto em Compostela (dados da polícia do 2014) nom há mais que 1,41 diligências policiais á semana na zona velha e tratam fundamentalmente sobre pequenas liortas e pessoas ourinhando e o único delito grave acontecido (abuso sexual a umha moça) tivo lugar numha zona videovigiada sem que a existência da cámara o evitara.

Há só uns dias o MpDC (Movimento polos direitos Civis) tirava umha sua nota de imprensa na que denúncia que as 16 cámaras de videovigilância do Parlamento galego na rua do Hórreo e que só tenhem permiso para gravar as vias interiores e os jardins da sua contorna imediata, tamém captam imagens da beirarrua, da rúa e da beirarrúa de enfronte, chegando mesmo a gravar a entrada de vários edifícios, é dizer captam imagens substraidas ao âmbito privado de maneira desproporcionada e vulneram o direito á imagem das cidadáns e cidadás, que a maioría das vezes nem sequer somos conscientes de que estamos a ser gravados/as. Assim é como a instituiçom onde dim que reside a soberania popular tem um sistema de videovigilância (controlado por agentes dos corpos de segurança dependentes da Junta de Galiza) que incumpre a legislaçom vigente e nom vela polo respeito dos direitos da cidadania.

Assim pois remato berrando: Abaixo as cámaras!!!

Anúncios

Uma ideia sobre “As minhas vizinhas: As cámaras de videovigilância

  1. Pingback: Que fique claro em que Bando está cada quem!! Compostela Aberta fecha fias contra a liberdade de expressom | ogajeironagavea

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s