“Antes de que un moro de estos nos reviente de un bombazo, lo reviento yo” – Confirmados meus temores: O assassino da A3 deu um 100% no test de Garda Civil

racismo-policial As compas de Abordaxe dam recebo do que publiquei no seu dia ao respeito do assassinato dum cidadám de orige marroquino na autopista A3 de Valência a Madrid por um picoleto que descargou a sua arma a queima-roupa.

Mas as compas aumentam a informaçom que vem a confirmar a minha teoria e para e-lo tiram de informaçom do ABC, um falsimédio que é, como dim as compas, “nada sospeitoso de rexeitar ás instituiçons e corpos das Forças de “Seguridade” do Estado” e destacam as suas declaraçons xenófobas e assassinas: “Antes de que un moro de estos nos reviente de un bombazo, lo reviento yo” (sic)

Além resenha as declaraçons das testemunhas presênciais do sucesso que confirmam que o test de Garda Civil deu um 100%, como lhe gostava a Franco e gosta a seus siareiros fideis, e passo a colar-vos os detalhes que relatam:

O picoleto Ángel Luís Viana Jiménez foi quem provocou o acidente quando ia circulando no seu BMW pola A-3 regressando da localidade de Arganda del Rey (a onde teria ido vissitar ao seu pai, tamém Garda Civil) e decidiu botar da estrada a propósito ao Opel Zafira que conducía Younes S., cidadá de origem marroquino de 39 anos. Depois de que Viana Jiménez provocara o acidente, carregou sua arma regulamentária (umha pistola Beretta) e disparou várias vezes contra Younes, quem tentava fugir correndo, sendo alcançado em distintos pontos da metade inferior do seu corpo. Ato seguido, o assassino teria-se achegado ao corpo agonizante de Younes para, tras comprovar que seguia vivo, remata-lo com vários disparos na cabeça. Logo, sentou na mediana da estrada a agardar a que os seus companheiros de armas chegaram. Tudo isto diante das numerosas testemunhas que concordam em negar categóricamente, nas suas declaraçons, que o agente disparara em defesa própria; e sinalam que quando chegaram ao lugar seus companheiros armados, o assassino manifestara de jeito espontáneo: “Antes de que un moro de estos nos reviente de un bombazo, lo reviento yo” (sic).

Cómpre lembrar que ademais Viana Jiménez no momento de matar a Younes S. levava consigo umha espada tipo katana nas suas costas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s