Sexta 13 de maio ás 21:30′ Concertaço na Sala Moon

Seguimos resistiendo aunque la realidad nos toca
Compartimos el delirio caminando por la sombra
Y combatimos vuestro imperio con el fuego y la palabra…

13071959_534843440028076_6906784118211428500_oQuando conhecim a Adri, “Furnier”, conhecim o rap, o da verdade, nom esse que soa nos rádios comerciais que nunca me figeram sentir-me parte de-le, mesmo poidera dizer que dáva-me certo nojo ou, no melhor dos casos, era insensível ao que diziam as letras por muita que as letras fossem poesia marcada a ritmo.

Hicisteis la promesa y os dieron la promoción
tu tribu es una empresa, la mía un escuadrón

E com o tempo e com el fum conhecendo ao resto do esquadrom do HipHopAteneu (HHA) -um coletivo que nasceu lá polos inícios do 2000- e a gram cultura que há detrás deste movemento artístico internacional, onde compartilham espaço e inquedanças a música rap, o b-boying (baile popularmente conhecido como o breakdance), o graffiti e o turntablismo (uso do tocadiscos como instrumento). A tal efeito recomendo a leitura do seu zine «Empuñando o Hip Hop»

Além tenho a imensa sorte de contar com Adri como amigo, desses com o que, além de festas, tristezas e alegrias, compartilhas projectos e ganas de seguir na brecha e na luita, e isso levou-me a sentir as suas cançons como parte de mim, onde, dalgum jeito sínto-me auto-identificado.

Yo te animo a ser consequente
cuida de tu gente
y no te lamentes
enseña los dientes

Tamém sei do que lhe custa cobrar polo seu trabalho e tenho-lo visto em múltiples concertos solidários aos que acode de balde e onde sempre da tudo. Ás vezes, quando nom há mais remédio e na busca da autogestom, tem-se que apanhar as castanhas num local que cobram um aluguer para ir tocar e essa é a razom porque no concerto deste venres a entrada vale 10€ que, haverá quem o prefira gasta-los em dois cacharros, mas eu estarei lá porque nom quero perder-me tal evento e porque sei que vou passa-lo moi bem.

La lista de los presos muertos
no se publican en Forbes

FolderAlém e como anticipo a um seu novo disco que verá a luz em vinilo em setembro/outubro deste ano, vem de publicar na web do HHA e, como nom, em descárrega livre o seu 3º disco «Disnomia», um maxi/single para acender um «pequeno foguinho», com quatro temaços com colaboraçons de Pura Mestura, Piti Sanz, Dj LaRock e Santi Cobos e um fanzine explicativo.

Vemo-nos na sexta (venres) 13

No somos necios sabemos que el enemigo dispara

———————————————————————————
* Os textos em cursiva som parte das letras dos temas de “Disnomia”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s