A família de David, preso morto no cárcere de Teixeiro, denúncia que seu corpo apresentava sinais de Violência. E vam…

pre_SOS[1] Segundo informaçom do Tokata, a família de David Bardanca Iglesias, quem morrera na prisom de Teixeiro o passado mês de março, denunciarom em 7 de maio o falecemento do jovem. O seu pai, Isidoro, denúncia que seu filho recebera vários golpes no cárcere dado que seu corpo cadáver apresentava várias contusions na frente e no resto da cara. Além fai saber que no passado 26 de março recebera umha chamada telefónica do seu filho e que nesse momento um garda chamara-lhe a atençom o que gerou um altercado com este que despois desembocou na morte de David.

Já na entrada antérior recolhim a notícia de Tokata dos últimos casos conhecidos de mortes em prisom no Estado espanhol, um contínuo “sem-parar” que as compas desta web, que quere ser um instrumento de comunicaçom da gente presa em luita, vam recopilando como podem numha teimosa, elogiável e triste tarefa da que, ainda assim, sempre há casos que se passam desapercebidos por causas variadas, mesmo algumhas porque as famíliares da pessoa morta em prisom prefirem ocultar o feito por vergonha; quando na realidade a vergonha deveria estar ao carom dos familiares dos torturadores e assassinos (estes carecem obviamente dela) e daqueles que se autodefinem como médicos ou enfermeiros e que prefirem olhar para outro lado entanto seus compas carcereiros a empreendem, impunemente, a golpes com as pessoas privadas da liberdade e de direitos básicos.

dossier Os macro-cárceres galegos de Teixeiro e A Lama semelha que competiram por destacar nos casos de torturas e mortes dentros dos seus muros; assim no ano passado compas ativistas anticárceres recopilavam num Dossier os casos conhecidos de mortes e torturas na prisom de A Lama que está publicado e com acesso livre no blogue das compas da revista anarquista Abordaxe (ver ou descargar acá) e mais recém foram as ativistas de Esculca (observatório para a defessa dos direitos e liberdades) quem faziam o próprio com os casos de mortes e torturas no cárcere de Teixeiro (ver e/ou descarregar acolá). Motivos abondo para que, ano tras ano, gentes solidárias com as pessoas presas e abolicionistas dos talegos se juntem nas Marchas aos Cárceres galegos e em fatal consequência recebam a posteriori a sua receita em forma de multas por ter participado nelas, se bem ham de saber esses mercenários do tricórnio que nom vam conseguir parar a solidariedade nem a luita anticarcerária.

naisComo nota curiosa deste caso cabe sinalar que a família de David, residente na paróquia de Meicende, Arteixo, foi apresentar a denúncia ao quartel da Garda Civil desta localidade corunhesa, sinistro lugar onde, como já comentei noutra entrada, aparecera aforcado num seu calabouço, em setembro de 2004, Diego Viña quando contava com só 22 anos de idade e tras ser detido tras ter umha discusom com seu pai (membro da Garda Civil na reserva); motivo polo que desde entom familiares e amizades e pessoas solidárias venhem procurando saber a verdade do acontecido concentrándo-se pedindo justiça entanto os “picolos” desse quartel vam á igreja a rezar no Dia da Benemérita e que veu a desembocar num vindouro juízo polo penal em 6 de junho em A Corunha, contra 15 pessoas, entre elas á irmá, á prima e a umha tia do defunto, acusadas por injúrias á Garda Civil e por obstruçom ao culto.

Ou seja que a mal sítio forom agora a reclamar justiça a família de David.

Anúncios

Uma ideia sobre “A família de David, preso morto no cárcere de Teixeiro, denúncia que seu corpo apresentava sinais de Violência. E vam…

  1. Pingback: A família de David, preso morto no cárcere de Teixeiro, denúncia que seu corpo apresentava sinais de Violência. E vam… | abordaxe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s