E se foi Marcelo quem gravou as conversas do ministro de Intérior?

Jorge-Fernandez-Diaz-Jaume-Bach_EDIIMA20150403_0297_14 Jorge Fernández Díaz reconhecera numha entrevista que lhe figeram em La Vanguardia em dezembro passado, que tinha um anjo da guarda a quem lhe pugera de nome Marcelo, quem lhe ajuda em pequenas cousas, como aparcar o coche; e tamém nas grandes, sempre ajuda.

Como todo anjo da garda que se precie, Marcelo tem que ter a sua dualidade perversa no demo que lhe anima a fazer todo tipo de atos diabólicos cumprimentando deste jeito a típica imagem, tantas vezes vista nos filmes e séries de fiçom, onde um diminuto anjo compite com um demo de igual formato e aspeto pero com diferentes vestimentas á hora de comer-lhe a orelha para aconselhar num sentido ou o contrário á vítima de ambos.

CllgcOXWMAATMFnO que me levou a pensar nessa possibilidade é contastar que em toda esta trama há umha dualidade case de livro, porque por umha parte tanto o ministro como seu jefe máximo, Mariano Rajoy, argumentam que tudo isto que saiu agora á luz fai-se com a avessa intençom de perjudicar-lhes na carreira eleitoral e dim que a vítima é o ministro opusino; mas pola outra banda, ambos declaram que nom há nada delituoso em que Jorge Fernández se reunira com o jefe da Oficina Antifraude de Catalunya, Daniel de Alfonso; mesmo o ministro reconheceu que era habitual que se juntara com pessoas relacionadas com investigaçons de fraude como parte do seu trabalho e ao tempo que asseguram estar moi tranquilos, declaram que o grave é que alguém gravara a conversa e que a difundira precisamente agora, algo que nom sabem como aconteceu mas que tudo aponta a alguém do próprio ministério, dado que foi umha reuniom a porta pechada e os dois implicados negam por ativa e passiva ter sido eles e mesmo Daniel de Alfonso aponta a um microfone oculto dada a alta qualidade da gravaçom.

O que nom se entendem é porque, se a reuniom é algo normal que se fai habitualmente e mesmo argumentam que nom há nada delituoso ne-lo, estám tam enrabietados com a filtraçom e vem tam mal que se difunda polos médios e além síntem-se vítimas de qué? Nom teriam que estar orgulhosos??

Mas voltando ao tema que nos ocupa: Quem pode passar-se desapercebido para entrar no despacho do ministro e colocar um micro sem ser visto por ninguém?? A resposta é óbvia: Marcelo!! Mas, porque filtrou-na ao jornal Público? Porque foi o lado obscuro de Marcelo quem o fijo!!

Dibujo Quando esta manhá, denantes de escrever este artigo, ia pensando nesta possibilidade, desconhecia que já houvera quem figera desta sospeita um “tremending-topic” viral numha rede social (ver imagem), mas isso só aporta mais argumentos á minha teoria, dado que nom fum o único que pensou nessa possibilidade que, sem dúvida, e visto o visto e ouvido o ouvido, é a mais provável.

Agora haverá que esperar as reaçons do ministro e do presi em funçons, mas eu já vou ir pedindo a imediata dimissom irrevocável de Marcelo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s