Fachas em A Corunha!! O Ateneo Libertário amanheceu este domingo com pintadas fascistas

Há umha frase no acervo cultural castelám que viria ao pelo ou melhor dito que “nem pintada”, aquela que di “Ladran Sancho, señal que cabalgamos” (falsamente atribuida a Cervantes no seu Quijote); se bem o autor ou autores dos garavatos deitados sobre as paredes exteriores do Ateneo Libertário “Xosé Tarrío” nom estám á altura mental dos cánidos; mas é patente e notório que a atividade das minhas compas “corunhentas” está a trazer consequências nom desejadas pero sinificativas de que algo está proendo na única neurona destes despojos humanos necrólatras ou necrófilos que ainda anhoram aos seus ancestrais assassinos de inocentes.

Nom vam ser umhas simples pintadas as que paralisem a frenética atividade das compas e de feito já anunciam que ontem mesmo já iam limpar o que poideram e esta semana vam repintar; além hoje ás 21:00′ vam ter, como todos os luns, a sua assembleia semanal aberta para quem queira participar nas atividades que organizam ou propor outras.

Vos colo acá a reflexom feita sobre este sucesso por C.R. para Abordaxe:
A fachada e a porta do Ateno Libertario Xosé Tarrío da Coruña amaneceron hoxe cubertas de pintadas fascistas. O nome do Ateneo tachado, duas esvasticas, vivas a Franco, a españa e a Jose Antonio (Primo de Ribera supoñemos, ainda que con estes mendrugos vai ti a saber a que estúpido tarado fan referencia), todo pintado con spray vermello nos dous muros que dan a rúa, foi o patético xeito que atoparon xs fascistas para tentar atacar o Ateneo Libertario coruñés, pois a luz do día son absolutamente incapaces de facer nada en absoluto. Xa non é a primeira vez que algún elemento de extrema dereita asoma tímidamente as orellas na cidade herculina, xa sexa con pintadas, cartaces ou pegatinas, pero sempre foron decididamente combatidos nas rúas polxs antifascistas coruñesxs, infinitamente máis numerosos e activos. Pero en espera de que xs culpables reciban o seu merecido, haberá que estar atentos para que as ideoloxías autoritarias do odio, a discriminación e a xenofobia non cobren forza por estes lares expoleadas pola crise, a precariedade e as irresponsables mensaxes racistas e eurocéntricas auspiciados dende o poder.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s