“Outra vaca no milho” – Um “picoleto” entre os 5 violadores no San Fermín

san ferminAs notícias nos que, um ou mais “picolos”, cometem atos delituosos som abondosas e variadas, desde membros da “benemérita” que som pilhados em assuntos de tráfego de drogas (ou de desapariçom de comissos confiscados) até gardas implicados em casos de torturas em prisom e/ou assassinatos de imigrantes nas fronteiras, nom há case dia em que nom haja um membro desta força repressiva implicado em atos que, ás mais das vezes, som cometidos com abuso de autoridade e com a prepotència de quem, sendo parte dum corpo armado, acha que tem tudo o direito da sua parte para se tomar as licências oportunas da sua situaçom e tirar proveito personal desse abuso de força.

Assim que, em quanto soubem de que entre os 5 violadores da moça no San Fermín havia 1 picoleto, a minha primeira impressom foi que nom podia ser tal coisa e ato seguido perguntei-lhe estranhado ao meu informante: Só um??

Já falei abondo do que penso desta festa na minha anterior entrada e da sua deriva de umha celebraçom do assassinato e a tortura dos touros a umha exaltaçom de valores râncios misturados com a mercantilizaçom e a elitizaçom da festa e a gentrificaçom do bairro.

Contam os jornais que os 5 violadores detidos som moços que procediam de Sevilla mas, como soe ser habitual com delinquentes sexuais e mais se há membros das forças armadas e/ou repressivas implicadas, os falsimédios só facilitam as iniciais dos energúmenos (dado que nom som perigosos titeriteiros, nem okupas, nem anarquistas, nem …) e nom oferecem nenhuma imagem que permita saber quem som; nom vaia ser que, quando saiam do talego, nom poidam volver violar outra moça.

De momento o picolo e seus colegas seguem detidos dado o alboroto e a alarma criada polo calafriado relato dos feitos realizado pola moça e pola imediata e maioritária resposta cidadá. O juiz instrutor do caso nom deixa nenhuma dúvida dos motivos para tal detençom e isso, que nom adoita ser habitual, pese que os detidos se negaram a declarar e num primeiro momento digeram que as “relaçons” foram consentidas; mas a contundente declaraçom da moça e a repercusom mediática forom determinantes nesta ocasiom e tudo aponta que de esta o picolo vai ficar sem medalha ao mérito como já se passou com os que torturaram um home que tentara saltar o valo entre Marrocos e Melilha.

Estes dias começaram as oposiçons para formar parte deste corpo repressor militarizado; dim que há 44.406 moços e moças aspirantes as 1.734 praças convocadas e a última prova será umha entrevista persoal para evaluar sua idoneidade psíquica para o posto. Nom sei quem fará essa evaluaçom psiquica, está claro que quando aprovou o violador do San Fermín os examinantes nom detetaram ne-le nenhuma anomalia; Ou sim e de ai que o aprovaram?

Anúncios

4 ideias sobre ““Outra vaca no milho” – Um “picoleto” entre os 5 violadores no San Fermín

  1. Pingback: “Outra gaita na festa” – Um militar entre os 5 violadores do S. Fermín | ogajeironagavea

  2. Pingback: Supostos siareiros ultra-esquerdistas e seu suposto violador. | ogajeironagavea

  3. Pingback: Começa o Juízo aos 5 Violadores do S. Fermín | ogajeironagavea

  4. Pingback: Começa o Juízo á moça violada no S. Fermín (modificado) | ogajeironagavea

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s