Feijoo: “España, um pais mediano” que nom precisa de fusos horários diferentes

“Yo no soy portugués, soy español. (…)España no es Estados Unidos ni Europa, es un país mediano en la Unión Europea y sería ridículo que en Mallorca exista un huso distinto del de Vigo, me parecería ridículo en un país tan mediano como España”

reloxo-agobio Hoje quando acordei com o zumbido do despertador para ir ao curro, tivem que acender a luz da minha habitaçom para nom sair a obscuras da mesma; o mesminho que me passara na sexta feira denantes do câmbio horário imposto pola UE como medida de aforro enegético.

Mas por mais que teimem nessa falácia desde os mentideiros e desde os governos, nom acabo de entender como é que quando nos restam umha hora aforramos gasto energético e quando no-la sumam, mais do mesmo. Mas além esse aforro nom se vê nunca reflejado na nossa fatura da luz; polo que entendo que as únicas beneficiárias devem ser as empresas distribuidoras.

De todos jeitos estamos a falar dum aforro contabilizado como dinheiro; é dizer que tal medida é tomada para baixar o consumo elétrico e em consequência aforrar os gastos. Mas nom tenhem em conta, para nada, os gastos provocados em outras fazetas da vida originados a consequência de tal câmbio horário; porque, por pôr só umha causa, está demonstrado que tal câmbio provoca moi graves transtornos de saude e por tanto um alto incremento em gastos sanitários. Esta temática já a tratei anos há num meu programa de Comochoconto da rádio Kalimera ao que já lhe dim pulo nesta minha bitácora quando o câmbio ao horário do vrâo.


Mas desta volta a notícia do câmbeo ao horário de inverno, deu pulo a outra contravertida temática ao respeito de como medimos o tempo no que vivemos, os fusos horários que rigem nossos relógios e nossas labouras cotidiás; e que tivo maior repercussom nos falsimédios tras o acordo tomado polo parlamento balear de solicitar ter umha hora mais que na espanha peninsular.

Vou fazer acá um inciso no meu argumentário, para destacar a principal razom pola que esse acordo balear foi tomado unanimamente por todos os grupos políticos com representaçom nesse parlamentinho insular: “ao ser a comunidade mais oriental do Estado, anoitece mais pronto e o horário dana seus intereses turísticos. Ou seja buscam beneficiar ao turismo que vai buscando desfrutar do astro rei nessas ilhas e mais aos donos dos negócios dependentes desse turismo. Razons, umha vez mais, económicas fundamentalmente.

Esse acordo unánime nas Baleares, levou a lembrar a alguns falsimédios que na Galiza já há tempo que se figera umha petiçom similar no nosso parlamentinho, para que nossos relógios tiveram, ao igual que em Portugal, umha hora menos. As razons esgrimidas polo BNG (1ª opçom partidista em elevar ao parlamentinho galego tal petiçom) recolhiam as demandas populares que já se figeram bastante anos antes, e iam justificadas por razons humanas mas que económicas e pola evidência de tal desfase horário na nossa terra: 3 horas com respeito a horário solar, e sendo este desfase o meirande de toda Europa, tal como vê-se neste mapa:
desfase-solar

E tal lembranças derom pê a que alguns mentideiros fossem perguntar ao nosso presi Feijoo o que opinava ao respeito do acordo do parlamentinho balear. E mira tu, das suas declaraçons, pode-se extrair várias conclusons paradógicas:

  • O PP Balear a favor de que Baleares tenha umha hora mais que a espanha penínsular (pese a que a diferência entre o horário solar destas ilhas e Catalunya seja inexistente), entanto o PP galego está em contra de que na Galzia tenhamos umha hora menos (pese a evidência de que estamos no mesminho fuso horário que Portugal). O mesmo se passa como o PSOE’s repsectivos.
  • Feijoo considera que as Ilhas Canárias nom formam parte de Espanha; ou isso ou desconhece que já há dous fusos horários num país mediano como Espanha. Além também há dous fusos na península ibérica que é tam mediana como espanha toda, mas como el nom é português nom se percatara ainda.
  • A influência das turistas que vissitam Galiza na nossa economia deve ser bem baixa em comparativa á importância das contas bancárias destas nas Ilhas Baleares. Poida que porque as que venhem por acá som mais de madrugar e passeiar e as que vam para lá som mais de praia, comilonas e festejar. O que nom entendo é para que querem as guiris das baleares mais horas de sol diurna, se quando mais gastam é nas noites.

Menos mal que nos queda Portugal!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s