Biografia de Fraga Iribarne x Comochoconto – Meu aporte á polémica

Nestes días anda revolto o pátio patriótico espanholaço a raiz das pintadas recebidas polo busto em memôria de D. Manuel Fraga Iribarne ubicado nuns jardins da sua vila natal Vilalba, co galho do aniversário da matança de Vitória em 3 de março de 1976, quando Fraga era ministro de Gobernación de Franco (o que agora vem a ser o ministro de interior, e polo tanto máximo responsável das polícias e de manter a “orden pública” durante os últimos anos da ditadura).

Como resposta vem-se de fazer público, numha empresa de vídeos da rede, o seguinte vídeo que recolhe diferentes momentos da “espectacular” açom com o cabeçalho em euskera OROIMENETIK GARAIPENERA | Fraga faxista Martxoaren 3ko sarraskiaren erantzule! ou o que é o mesmo em galego: DESDE A MEMÓRIA Á VITORIA | Fraga fascista responsável da massacre do 3 de Março!

Tamém as compas de ContraInfo vem de colgar na sua página dumha rede social o vídeo que editaram em março de 2013 co galho do protesto que tivera lugar nas ruas de Compostela contra a manipulaçom histórica da figura de Manuel Fraga, com o seguinte comentário ao que me sumo e assino: E Carlos e Senlheiro nesta mani… Canto se vos bota de menos; e que tamém vos colo acá:
E eu desde esta minha bitácora recupero os dois programas que adiquei a vida e obras de D. Manuel:

Na 1ª parte, -emitida várias vezes pola Rádio Kalimera estando ainda vivo o biografiado e a última vez quando a rumorologia contava que pouco ficava para o seu definitivo passamento- recolhim as suas andanças durante o franquismo desde o seu enigmático berço até a sua responsabilidade (nunca julgada) nas matanças dos estertores do fatal régime estas suas fazetas, passando pola sua fazeta de plagiador científico (tam em boca de todas depois dos casos de plágio na Universidade “Rey Juan Carlos”), sua lei de Imprensa e sua campanha “Spain is diferent” como ministro de Publicidade fascista e mais dos sucessos das bombas nucleares caidas em Palomares e a submissom do governo de Franco aos militares ianquies.

E a 2ª emitida por 1ª vez em fevereiro de 2012 tras seu passamento no que recolho as suas fazanhas como heroe da transiçom e de “demócrata de todalavida”, seu papel como fundador de AP e depois do PP e da chegada das suas enormes posadeiras ao trono galego, onde permaneceu 15 anos, com seus logros do Prestige e da Cidade da Cultura, entroutros, e de seu retiro final como senador em Madrid.

Que vos cunda!!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s