O Cunhadismo Progre x Anarkaoss

Colo do Portal Libertário Oaca (e traduzo) este magnífico artigo autoria de Anarkaos:

Muito fála-se do cunhadismo, representado principalmente por personagens como Bertín Osborne, os políticos do partido de Cidadáns ou a direita em geral. Com tudo, pouco fála-se do “Outro cunhadismo”. O cunhadismo de esquerdas, progre ou alternativo, como se prefira chamar. Segundo bem definiu Pablo Iglesias, o cunhadismo seria o uso dialéctico e argumentativo utilizando máximas, lugares comuns, obviedades e tópicos râncios.

Ata aqui, tudo bem, pero Seica a esquerda política nom fai o mesmo ou quanto menos de moi similar forma?

Desde o discurso pacifista, que qualquer tipo de violência é negativa venha de onde venha, o assalto ás instituiçons em troques da aboliçom das mesmas, escolas alternativas em troques dumha sociedade desescolarizada, que operárias e trabalhadores som sempre sujeitos revolucionários e em luita, tauromáquia nom pero comer carne de porco e tenreira sim, que umha dieta vegana indica que é pouco saudável polo feito de estar suplementada, que há que optar pola via legal de formaçons políticas esquerdistas para assim, aprovar leis mais justas para com o povo, é dizer, legalismo. Que há políticos éticos, banca ética, e déve-se democratizar o Banco Central Europeio, Gaycapitalismo, nova socialdemocracia, regeneraçom política, democratizaçom do exército e a polícia, Estado Laico, que a Igreja pague o IBI, boa música revolucionária como Boikot e Reincidentes… Seica nom som estes tópicos, obviedades, própria “superstiçom”?

Gentes, o cunhadismo nom só é coisa de Albert Rivera e Bertín Osbore, senom tamém de Pablo Iglesias, de Manuela Carmena, do Mito propio do esquerdismo. Ainda que o esquerdismo vista de libertaçom animal, de dissidência (sempre controlada), ou de suposto “câmbio” ou transformaçom.

Existem outros cunhados, os cunhados que em quanto pilham quotas de poder se masturbam cos delírios dumha nova socialdemocracia como bem dijo Pablo Iglesias, como presume Íñigo Errejón, como determina o “buenismo” (termo moi utilizado polos conservadores ou os fascismos para dar argumentos ás suas políticas do ódio pero que tamém se pode aplicar como argumento deste “cunhadismo progre” cuja contranarrativa é a da luita insurreccional em pos dumha deconstruçom da dominaçom capitalista e umha luita polo emerger da Acrácia)

Está bem, criticar o argumento cunhadista que día tras día vemos nos meios e no-lo cacarejam até fazer-no-lo crer, pero que nom nos enganem, existe a cara B do cunhadismo tamém presente nos meios e na política.

NOM SEJAS CUNHADO, NEN PROGRE NEM DE DIREITAS!

O CUNHADISMO COMBÁTE-SE NAS RUAS!

A PABLO IGLESIAS E BERTÍN SÓ SEPÁRA-LHES A IDEOLOGIA NOM A ESSÊNCIA!

 Anarkaoss

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s