“A irmandade da costa” – Nova ferramenta subversiva, contrainformativa e anarquista

Nasceu este grupo contrainformativo anarquista nestes dias de abril quando dim que rebentam as mais bélidas flores e que, segundo contam el@s mesm@s na definiçom da sua web airmandadedacosta.info, as autodenominad@s @s irm@s da costa, tem vocaçom de servir de “ferramenta subversiva para os movementos sociais corunheses e para toda a insurgência galega. Um maço para golpear consciências, para fazer tremer o estabelecido, para romper submissons e desbancar autoridades. Umha pinga de cáustico veleno no cóquetel dos que mandam, um delicioso aroma de cicuta na sopa informativa do poder. Umha sanguinária almorreira terrorista no cu de quem nos governam, já se digam fachas ou progres, “do câmbio” ou do “nom levo solto”. Um chisco de poesia gamberra e impertinente no monótono zumbido do telejornal, um ex abrupto ateu sobre a folha paroquial da “livre informaçom””.

Além apontam que “com burlona reverência, recolhemos o nosso nome das pútridas mãos dos piratas caribenhos do século XVII, para arvorá-lo entre os farrapos da nossa negra bandeira libertária e cuspi-lo com sanha no rostro de qualquer autoridade. Desde os arquipélagos do caribe até as Rias Altas, desde a ilha da “Tortuga” até as ruas da Corunha, a história da luita pola liberdade escréve-se coa honestidade de mil batalhas perdidas e nenhuma retirada. Coa valentia do que perde sempre e nunca quebra, do que luita até o final umha batalha perdida. Do que prefire perder com orgulho a viver com vergonha… ou, simplesmente, com resinaçom. De derrota em derrota até a vitória final”.

Desde esta minha humilde gávea, e umha vez estreitados laços de amizade e de concôrdia, quando nom de plena colaboraçom no quanto e quando de mim precisem, dou-lhes a bem-vinda a estes procelosos mares da virtualidade:

Bem-vindas pois á trama de piratas, corsárias e bucaneiras que compartilhamos maneiras e artes para tratar de plasmar a realidade sem sortilégios nem fiorituras, navigando sempre contracorrente numha derrota que nos leve a desejada vitória contra os verdadeiros inimigos do planeta: os acumuladores do capital e seus ferventes siareiros.
Desde já se passam a ter um oco na minha coluna de ligaçons e manterei-me ajejante as suas novas e convocatórias, pois pretendem servir de altavoz das diferentes atividades que se estám a celebrar nos Centros Sociais da Galiza irreverente, mais lá das páginas das mal chamadas “redes socais” que nom venhem sendo mais que armas de duplo fio em mãos desse inimigo a quem dizemos combater.

Vémo-nos nos mares!!

Anúncios

Uma ideia sobre ““A irmandade da costa” – Nova ferramenta subversiva, contrainformativa e anarquista

  1. Pingback: Pedem 3 anos de cárcere a umha das convocantes da XIII Marcha á prisom de Teixeiro!!! | ogajeironagavea

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s