A abstençom ganha as eleiçons na França – Matemáticas para anticapitalistas (3)

Pese a que mesmo algum falsimédio espanhol num artigo que leva por cabeçalho “Cuatro datos para entender las elecciones francesas” sinala como 3º dado: “La abstención es el tercer partido”; isto nom resulta ser mais que MENTIRA.

Nom sei quem ensinaria matemáticas aos redatores das notícias eleitorais ou igual deveria perguntar-me quem lhes ensina a manipular os dados da participaçom e a abstençom, porque o que está claro é que fam do seu um pandeiro em quanto ao mal uso e/ou abuso dos tanto por cento. Se é por falha de conhecementos, grave, mas se é para manipular e desvirtuar a importância da abstençom como opçom, muito pior.

O assinante de tam fantástico artigo, Jaime Rubio Hancock, recolhe a imagem da agência francesa AFP segundo fonte do ministério do intérior francês e que poidera ter-lhe incitado ao erro ou engano e poida que de ai jurdíra-lhe o encabeçamento escrito sem pensar ou adrede.
Mas

Denantes de nada e tendo em conta os dados que até agora oferece o ministerio do Intérior francês e que som mais fiáveis e atualizados, exponho aqui o quadro tal como está agora e sobre eles, que nom variarom em quanto aos postos assinalados polo assinante, fago a minha aula didática anticapitalista e abstencionista:
1º) O 21’31% da abstençom é sobre o censo total de pessoas inscritas (46.316.165), com o que resulta que foram 9.871.871 pessoas ás que, estando no censo, nom foram votar.

2º) O 23’75% de Macron e o 21’53% de Le Pen nom estám calculados sobre o total do censo senom sobre o total da participaçom (incluidos os votos nulos e em branco) e umha vez restada a abstençom. E assim é como a Macron votáram-lhe 8.433.346 pessoas e a Le Pen 7.643.276, com o que ambas candidaturas receberom bem menos votos que as abstencionistas (mais de 1 milhom 438 mil no 1º caso e algo mais de 2 milhons 228 mil que Le Pen)

3º) As porcentagens para ser comparáveis tenhem que ser feitas sobre o mesmo total; senom seria como se comparásemos peras com maçás ou confundíramos alhos com bugalhos. Se dâs o dado da abstençom sobre o total do censo, haveria que fáze-lo mesmo com os votos obtidos por cada candidatura e assim temos que o 23’75% outorgado a Macron, em realidade é um 18’21% do censo total e Le Pen, em troques de receber os parabéns dum 21’53 das francesas inscritas, em realidade obtivo só um 16’50% de confiânça.

Soa mais ridículo, vendo assim as cifras reais, que a presidência francesa vaia ser desputada entre duas candidatas que só sumam entrambas o 34’71% do eleitorado (aprox 1 de cada 3 censadas) e que nenhuma delas tem sequer o apoio direito de 1 de cada 5 francesas

Em conclusom e postos a cantar vitórias podo dizer que a opçom campiona nestas eleiçons volveu ser a: ABSTENÇOM!!! com um 21’31% ; em 2º lugar Macron, a mais de 3 pontos de distância, com um 18’21% e 3ª Le Pen, já mais longe e a case 5 pontos, com o 16’50%
Ala! a seguir crêndo no que nos dim os falsimédios… e que vivemos em democracia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s