Hábitos de Leitura versus Estupidez

 “En el otoño del 98, en pleno centro de Buenos Aires, un transeúnte distraído fue aplastado por un autobús. La víctima venía cruzando la calle, mientras hablaba por un teléfono celular. ¿Mientras hablaba? Mientras que hacia como que hablaba: el teléfono era de juguete”.
Eduardo Galeano “Patas Arriba. La Escuela Del Mundo Al Revés”

Havia bem tempo que nom via umha cena como a que acabo de viver: Um home novo ia caminhando a modinho polo campus e ia lendo um… LIVRO de papel !!!!

E nom, nom era um livro de texto (nas épocas de exámes índa podes vêr gente moça polo campus botando as últimas olhadas aos livros de texto denantes entrar nas aulas), senom umha NOVELA !!!!

E além era humano, pois erguia sua cabeça de quando em vez por ver de nom tropeçar com ninguém na sua boa andança literária!!!

E perdoade por tal entusiasmo que algumhas considerám exagerado, mas nos últimos tempos estou a lêr nos falsimédios algumhas notícias que me deixam inquedo e perplejo ao respeito das graves preocupaçons que estám amosando diferentes governantes e governantinhos do chamado primeiro mundo polos graves acidentes, mesmo com resultado de morte, que estám a sofrer inumeras pessoas polo seu jeito de ir caminhando polas ruas das cidades abduzidas polos seus telefones móveis e outras maquinas similares.

Porque é evidente e contrastável -em qualquer momento de qualquer cidade- que estas zumbies dos telefones móveis nunca erguem suas cabeças para evitar topar-se com algém que vai de fronte a elas. E isso nom é o pior, dado que no caso de choque entre zumbies vai ser dififcil que alguém saia danada ou mancada (moi forte tinha que ser o topetaço). Há casos de gente que cae á auga num porto por ir olhando o tfne e nom se percatar de que chegou ao bordo (nom dum barco senom do molhe), há histórias de gente atropelada por ir olhando o seu telefone e cruzar sem mirar e mesmo contos que falam de múltiples acidentes provocados por pessoas que vam manejando o carro e olhando e/ou falando polo seu telemóvel.

E a verdade é que a mim nom me preocupam essas gentes, elas som livres de querer correr esse risco (índa que a maioria vam caminhando a modinho) e polo tanto a mim nom me importa com nada tudo quanto lhes suceda; som coma quem gosta de praticar desportes de grande risco e morre no intento. Nom vou dizer que atoparam a forma do seu sapato e que elas o buscaram, mas tampouco vai-me preocupar o mais mínimo a sua sorte ou a sua morte.
O que me irrita é ver como essas governantes, ás que antes fazia referência, estám empenhadas em buscar soluçons para que as zumbies armadas de telemoveis nom se lhes caiam dos peiraos ao mar bravo ou para que nom cruzem as ruas quando há coches circulando. E assim já se fala de pôr varandas em todos os portos e já estám a ponher semáforos a ras de chão para que as zumbies nom tenham que erguer suas cabeças para nada e poidam ver se as luzes dam-lhe passe ou espera. Mesmo dam dados que justificam estas decisons estúpidas como que os teléfones de última geraçom já som as principais distraçons de tráfico que causam atropelos em todo o mundo.

Vivemos num mundo tolo que assim nunca levantará cabeça. Eu entretanto cada vez procuro caminhar mais erguido e enchido de razom vou olhando cara as pobres zumbies dependentes do seu telemóvel, desse pequeno aparato (quanto mais pequeno milhor e acá o tamanho tamém importa) que é sua única fonte de alegrias, misérias, preocupaçons e esperanças e onde focalizam agora toda sua vida. Um aparato que, em poucos anos se passou de ser umha inovaçom tecnológica de lujo ao alcance de moi poucas pessoas (e de ai que no relato introdutório do meu tocaio Galeano o celular era um brinquedo) a haver, no dia de hoje e no estado espanhol, mais aparatos que pessoas (1’18 per cápita) e que esse seja o lugar do mundo onde há mais smartphones por habitante (92 por cada 100 pessoas)!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s