As Liberdades e o Estado de Direito; a prol ou a contra??

“Ou se está coas liberdades e co estado de dereito o se está en contra das liberdades e do estado de direito” Alberto Núñez Feijóo

O presi do nosso parlamentinho, quem foi eleito co apoio do só o 25’7% da povoaçom com direito a voto e que pese a isso governa com maioria absolutista sobre o 100% da povoaçom, nom vai ser o mais indicado para falar de estar a prol do Estado de Direito, nom sendo que se trabucara e quiger dizer co Estado de Direitas. Só com olhar a página web “Los Genoveses” saberás porque tiro tal sentência, dado que as suas coidadoras levam anos na procura dos casos de corrupçom política na que estám implicadas um feixe inagotável de pessoas correligionárias do nosso presi e que no seu dia se saltaram moi á ligeira as suas competências nos seus cargos eleitos e tirarom proveito próprio e ganharam dinheiro sujo ejercendo como defessores do Estado de Direito; e lá só figuram as que foram pilhadas em franca comissom de delitos, que ao meu parescer só som a ponta do iceberge (um 90% seguem ocultas nas profundidades). Umha tarefa encomiável a da penha que leva esta página pois de feito nom fum quem de atopar na rede umha listagem atualizada dos casos de corrupçom política dada sua complexidade e que nom acabam de sair novos casos a cotio, já nom só em quanto a vividoras da política baixo as siglas do PP, senom de qualquer outro partido que participara numhas eleiçons (nom se conhecem excepçons a sinalar: “o que faz o ladrom é a ocasiom”). Suponho que quem mirava de pôr ao dia as páginas da wikipédia relativas aos casos de corrupçom e imputaçom de persoeiras cansou de tanta atividade e em todas elas figuram avissos de petiçom de ajuda para atualiza-los pero nenhum o está; assim na página do “Anexo: Políticos de España implicados en casos judiciales” só oferecem dados de 2014, quando os casos judiciais relacionados com a corrupçom política no estado espanhol tiveram seu reflexo numhas 1700 causas e mais de 500 imputadas!! E seguerom medrando de jeito imparável!!. Suponho que esse é o estado de direito que defende Feijóo, naquele onde suas correligionárias e suas competidoras nas poltronas roubam a mãos cheias do dinheiro de todas. É lógico que se ponha como umha fera ferida quando alguém o pom em questom.

E as liberdades?? Por pura lógica eu concluo que Feijóo refíre-se ao feito de que, de toda essa quadrilha de delinquentes companheiros ou contrincantes eleitoralistas, só uns poucos estám ou estiveram encirrados (isso sim sempre em celas de lujo e em cárceres ubicadas bem perto das suas achegadas) entanto tudo o resto de inúmeros ladrons profissonais de garavata e luva branca campam livres e cos petos cheios de todo quanto roubaram . A liberdade de mangar a mãos cheias!!

Ou igual fala dos últimos casos nos que seus juízes e fiscais (e digo “seus” porque forom nomeados a dedo polos seus compas que sentam seus cus nas cadeiras de Madrid) que estám a saltar a luz pública nom só por nom perseguir coa necessária contundência a corruptos do PP, senom mesmo pola suas sujas artes e suas particulares maneiras de roubar e impostar a Fazenda.

Ou igual vai ser que defende o estado que lhe da direito a tomar-se a liberdade de passear-e num iate e compartilhar chalet com seu amigo Marcial Dorado, capo da máfia da droga, e pese a num primeiro momento negar que este seu amigo houvera recebedo quantiosas ajudas económicas da Junta na época de Fraga, tivera que admitir que o narco sim recebera 125.000 € dumha indemnizaçom por danos devidos a um temporal, se bem ainda segue negándo-se a dar contas de todas as ajudas que se sabe que receber tal narco. A tal assunto vêm-me de perlas colar acá as declaraçons a imprensa do narco arrependido Manuel Fernández Padín

¿Feijóo conocía a…?
– Feijóo conocía al narco Marcial Dorado y sabía de sobra que estaba con un delincuente.
¿Por qué cree que se codeaba con él?
– Por intereses económicos y sociales. El dinero corrompe. Si nos ponemos a pensar, ¿por qué estaba Feijóo con Dorado en un yate? ¿Qué hacía? Debería explicarlo.
¿Qué hacía?
– Meterse cocaína y disfrutar de los beneficios que proporciona estar al lado de una gente con tanto poder económico. Como hice yo, por ejemplo, con los Charlines: disfrutar de la vida.

Dito isto a mim, e como presuponho para qualquer pessoa decente, só nos fica posicionar-nos em contra do Estado de Direitos e Liberdades que defende Feijóo e sua partida de privilegiados delinquentes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s