Novas sobre ataque Turco a Efrîn: Civis mortas e outras barbaridades do aliado de Espanha

Recorro a página de Kurdiscat de solidariedade do povo catalám com o Curdistám para tratar de atualizar e recopilar nesta entrada as novas que vam chegando sobre os ataques das tropas turcas do governo de Erdogan (membro da OTAN) co apoio do governo russo de Putin, dos novos tanques ‘Leopard’ feitos na Alemanha da Merkel e dos caças de última geraçom e de feitura no pais de Trump (3ª frota em nº de avions da OTAN) e co silêncio cúmplice do resto dos governos dos paises do mundo rico (que algumas ingênuas chamam “desenvolvido” ou, pior ainda, “civilizado”) e mesmo do suposto governo sírio de Assad, quem desde que começou “o ataque terrorista turco” limitou-se a fazer uma condena pública do mesmo entanto sua povoaçom da que gosta de dizer que é súbdita sua é assasinada impunemente:

Em 22 de janeiro as Forças Democráticas Sírias (SDF) têm publicado o balanço de três dias da operaçom de invasom. Segundo o mesmo 40 membros do exército turco e de mercenários a soldo foram abatidos e perto de 300 feridos assim como 2 tanques e 1 veículo blindado foram destruídos e um veículo blindado e mais um outro veículo que transportava soldados turcos foi danificado.

Pola outra banda seriam 18 civis assassinadas (entre homes, mulheres e crianças) e 23 feridas; além 2 luitadoras das Unidades de Defesa de Mulheres (YPJ) e 1 das Unidades de Defesa Popular (YPG) tamém caíram e de moemnto nom se verificou sua identidade.

Ao dia seguinte informa-se que nom só Efrîn sofre o ataque, senom que tamém diversos lugares de Jindires, tais como Kafarsafra, Tell Silor, Miske, Misriye, Dir Belot, Hemam, Dewa e Jalama som tamém vítimas das bombas lançadas pola artilharia terrorista turca. Como mínimo cifram 2 mulheres e 1 criança assassinadas polos mercenários de d’Erdogan. O número de pessoas feridas é alta e seguem os bombardeios.

– E ontem 24, dava-se a conhecer um novo balanço do ataque terrorista turco sobre Efrîn, segundo o qual o número de civis assassinadas chega a 35, segundo informaçom do ministério de saúde de Efrîn. As feridas som já 106, coma consequência do bombardeio da artilharia e avions do exército de ocupaçom turco que se está a concentrar sobre áreas povoadas sem preocupar-se pola presência de civis e mesmo avions de guerra estám a dirigir seus ataques contra hospitais da Meia Lua Vermelha siriana na zona de Jindires.

– E tamém ontem informou-se de que avions turcos estavam a atacar a represa de Maydanki conhecida tamém como represa do 17 de abril ou de Efrîn, construida entre 1997 e 2004 com tecnologia a prova de terremotos, que provee de auga e electricidade a duzias de miles de pessoas desse lugar e sua destruiçom pode provocar uma catástrofe humanitária de enormes proporçons.

Procurarei seguir informando pontoalmente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s