A Linguagem Colonial Europeia: Vendem o Control e a Repressom ás Pessoas Migrantes como se fosse Proteçom – Daniela Ortiz

Recolho (e traduzo) esta reflexom de Daniela Ortiz no seu muro duma rede social:

A Comissom Europeia, os seus Estados Membros e a FRONTEX (Agência Europeia de Gestom da Cooperaçom Operacional nas Fronteiras Externas) têm uma perversa estratégia através da linguagem para fazer parecer o Sistema de Controle Migratório como uma série de serviços gratuitos dedicados à populaçom migrante:

Usando o nome de “Fundo de Asilo, Migraçom e Integraçom” encontra-se um pacote de medidas e orçamentos destinados principalmente à Perseguiçom, Detençom e Deportaçom de Pessoas Migrantes.
Este Fundo está destinado a fortalecer o Sistema de Controle Migratório e o Racismo Institucional. O orçamento do Estado Espanhol em relaçom a este programa, como se amossa no quadro de arriba, é dedicado a “Voos de retorno forçoso”, “Serviço de escoltas nos voos de retorno forçoso para melhora da segurança”, ou “Manutençom de estrangeiros ingressados nos CIES”.

Mas com o uso de termos como “Asilo”, “Migraçom” e “Integraçom” e, pior ainda, com o uso dum logo como o que se mostra na seguinte imagem, fam que figure como um Fundo destinado a “Ajudar” à Comunidade Migrante.
Deste jeito cria-se um caminho legal e discursivo para o uso de dinheiro público na maquinária de violência contra esta populaçom enquanto, ao mesmo tempo, reforça-se o discurso racista, paternalista e caritativo de que Europa “faz-se cargo” das nossas comunidades.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s