Vídeo que desmonta as mentiras da polícia contra o jornalista alternativo “Boro”

Recolho (e traduço) de Ahotsa.info:

Nas imagens de vídeo analisadas vê-se como som os próprios polícias os que se autolesonam durante a detençom de Jorge Correa, mais conhecido polo seu alcume Boro, jornalista de LaHaine e Kaos en la Red, que será julgado na vindoura 2ª feira, luns, em Madrid acusado de atentado á autoridade e lesons durante um protesto em Madrid em 2014, e polo que se enfronta a 6 años de cárcere.
Estas imagens do vídeo botam por terra as acusaçons policiais que levarám a Boro a juízo. A fiscalia solicita 6 anos de prisom por estes feitos e 6.200 euros em conceito de indemnizaçom a dois agentes.

Tudo acontecera em 29 de março de 2014 durante uma manifa que se celebrou em Madrid e que fora abortada pola Polícia Nacional. O jornalista Boro LH e uma sua companheira se achegaram até um grupo de pessoas que estavam a ser perseguidas e empurradas polos agentes, com a intençom de informar do que ali se estava passando. A reaçom da Polícia ao ver-lhes com a cámara em mão foi a de toma-la a empurrons coa sua companheira, ante o que o jornalista deu-se a volta e tentou pôr-se no meio com seus braços no alto para deter a agressom. Boro acabou no chão, detido e agredido, e outros jornalistas que se atopavam no lugar tamém foram golpeados e alguns apresentaram uma denúncia por violência policial. Mas estas denúncias forom arquivadas, primeiro alegando que “nom se poidera identificar aos agentes autores da agressom” e mais tarde sob o argumento de que a cárrega policial “nom vulnerara o seu direito á liberdade de informaçom”.

No vídeo póde-se apreciar como som os próprios agentes quem se autolesionam: um golpeia sem querer a um outro polícia quando trata de dar um porraço a um jornalista, provocándo-lhe uma lesom no seu pulso. O Outro cai ao chão ao placar a uma pessoa, o que lhe provoca uma lesom no seu geonlho. Estas lesons som as que aparecem refletidas nos partes médicos com os que se lhe imputam atentado á autoridade e lesons a Boro.

O juízo dará começo em luns 16 na Audiência Provincial de Madrid, e denantes havera uma concentraçom solidária de protesto diante dos julgados, ás 11.00

Tamém no jornal digital “El Salto” recolhem uma entrevista a Boro que vos convido a lêr nesta ligaçom, e na que sei fai referência á condena que recebera Boro em novembro passado dentro do marco duma das Operaçons Aranha na que foi sentenciado a 1 ano e 6 mesmes de cárcere por um delito de enaltecemento do terrorismo por um seu escrito nas redes.

Boro denúncia que nesse juízo ficou bastante claro que este tipo de processos nom buscam provar o que tu escreves, se é enaltecimento ou deixa de se-lo, senom a provar tua ideologia política. Provar que es, comunista, independentista, anarquista… Sobre minha sentência, passam-se polo forro várias sentências do Tribunal de Estrasburgo. Estou agora recurrindo ao Tribunal Supremo e, se há que chegar a Europa, chegaremos.

Ánimo!!!

Anúncios

Uma ideia sobre “Vídeo que desmonta as mentiras da polícia contra o jornalista alternativo “Boro”

  1. Pingback: Adiado o juízo ao jornalista alternativo “Boro” por incomparecência dum polícia | ogajeironagavea

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s