As bombas inteligentes españolas vendidas a Arábia Saudita já sacam nota assassinando crianças iemenitas

Em 8 de março passado saltava, nalguns médios internacionais, a notícia de que “Bombardeios no Iémen cobram a vida de 12 crianças e 10 mulheres em só dois dias” segundo denúnciou esta passada 2ª feira as Naçons Unidas que contabiliza tamém a outras 30 pessoas feridas, entre elas 14 minores.

Ministério de Saude do Iemén denuncia o silêncio das organizaçons pro direitos humanos, incluida a ONU, diante destes crímens onde “direita e indireitamente” assassinam civis.
Igual som eu que pouco caso fago ás notícias dos mentideiros españois em qualquer dos seus formatos, mas nom escutei, vim ou lim nadinha ao respeito destes assassinatos de inocentes que se produziram no día no que o mundo celebrava o Dia internacional da Mulher. Poida que nom interese agora, que estamos imersas num periodo eleitoralista, tirar luz sobre este tema que afeta de maneira moi direita tanto ao PSOE (no poder quando deram via livre a venda de armamento a Arábia Saudita) como ao PP (quem foram quem trataram o suculento negócio assassino com os jeques arabes em mmaio de 2015); ou bem nom interesa por nom remexer na merda dos negócios e prebendas entre as Casas Reais española e saudita; justo agora que a monarquia española está sendo cada dia mais questionada e nom só em Catalunya.

Já no momento da venda deste armamento letal, o organismo Amnistia Internacional tirara de seus comunicados assinalando a Borrell (ministro de assuntos exteriores que fraguou a venda por 9,2 milhons de euros manchados de sangue) como errado ao afirmar categoricamente que as 400 bombas eram “armamento de precissom guiado por láser” e A.I. indicava que o problema é que com elas Arábia Saudita ataca hospitais, escolas, mercados, bodas, funerais e veículos civis, como figeram em agosto do ano passado ao bombardear um autobus escolar que matou a 40 crianças com a mesminha arma letal que lhes vendeu o Estado Español: MK 82 guiada por láser e de 227 kilos de peso produzida por Lockheed Martin.
Iemen é um país assolado por uma guerra que se ensanha com a povoaçom civil (em novembro passado a ONU já levava contabilizadas mais de 6.000 civis mortas e 50.000 feridas além de 3 milhons de deslocalizadas internas e mais de 24 milhons necessitadas de ajuda humanitária).

Um informe atual da organizaçom “Rede Universitária para os Direitos Humanos” fala de que umas 1000 civis foram assassinadas ou mutiladas desde o início das ofensivas sauditas ao Iémen por este tipo de armas inteligentes de fabricaçom británica e/ou estadounidenses e revela 27 ataques aéreos potencialmente ilegais entre abril de 2015 e abril de 2018 todos eles contra objectivos civis.

Na 5ª feira passada uma equipa da Agência das Naçons Unidas para as Refugiadas (ACNUR) revelou que a agressom militar saudita provocara em 2018 que case 100 pessoas morreram ou resultaram feridas cada semana.

Arabia Saudita tem o terceiro presuposto em defensa do mundo e os governos españois e o monarca Felipe VI som co-responsáveis de contribuir a que a guerra contra o Iemén se perpetue e que se sega assassinando impune e brutalmente á sua povoaçom. As bombas serám de precisom, mas as mortes que provocarám nom o som.

E assinalo como co-responsáveis porque segundo as leis em vigor no estado español “proíbe-se a venda de armas nas seguintes situaçons: “Quando existam indícios racionais de que o material de defessa, o outro material ou os produtos e tecnologias de duplo uso poidam ser empregados em açons que perturbem a paz, a estabilidade ou a seguridade num ámbeto mundial ou regional, poidam exacerbar tensons ou conflitos latentes, (…) ”.

Como sempre as vítimas som a povoaçom civil.

Nom deixemos que nos queiram seguir enganado e nom esquecer que

DANOS COLATERAIS é um eufemismo com o que se refirem a CIVIS MORTAS.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s