4 anos da LEI MORDAÇA: Schez ainda nom derogou o que tanto prometera fazer em quanto governara

MINTEM A CONSCIÊNCIA !!

PSOE foi o primeiro partido que, em quanto chegou ao governo de España, aplicou-se com denuedo a endurecer as normativas repressoras contra os direitos do povo em quanto a liberdade de expressom e as manifestaçons de protesto e tamém foi o primeiro em ampliar competências moi perigosas e conceder privilégios ás forças repressivas do estado á hora de repremer e no tocante á presunçom de veracidade testemunhal nos juíços.

Ontem mesmo poidemos assistir ao esperpento da testemunha dum coronel jefe da Polícia Judicial da Garda Civil de Catalunya explicando sua montagem como jefe do Operativo que investigou as pessoas que seguem ainda detidas polo Procés com argumentos de moi baixa estofa e na mesma data na que o jornal Público (e o silenciamento cúmplice do todos os demais falsimédios, televisons geralistas incluidas) desvelava uma prova auditiva mais que confirma que este “benemérito” -tal como já ele mesmo admitira personalmente numa conversa telefónica gravada- sob o alcume de “TÁCITO”, estivera adicándo-se durante meses a increpar e acosar na rede Twitter, a través duma conta oculta, á mesma gente que investigava, amossando assim sua total parcialidade, aspeto que, num pais minimamente ético, seria considerado totalmente incompatível com a instruiçom do caso e apartado do mesmo de feito fulminante e implicaria o arquivo imediato de toda causa investigada baixo o mandato dessa pessoa. Mas na Españistán onde os partidos políticos pelejam por levar nas suas filas a MATADORES de TOUROS e MILITARES, isto é a moeda corrente na Justiça.

A chamada Lei CORCUERA, tamém lembrada co peculiar nome de “LEI DA PATADA NA PORTA” entrara em vigor em 1992 baixo governo de Flipe Gzlez, o Mr. X do grupo terrorista do Estado, GAL, conformado por elementos dessas mesmas forças repressivas do estado. Essa lei é a originária que concede privilégios aos elementos que conformam as forças repressoras do Estado (e das autonomias) para exceder-se no uso das suas atribuçons em quanto estes considerem necessário faze-lo sem ordem judicial nem superior alguma.

E daqueles pós venhem estas lamas…

Uma data curiosa para ser aprovada. No mesmo ano no que se cumprimentaram 500 anos do começo das MATANZAS de INDÍGENAS do ABYA YALA a mãos de MERCENÁRIOS e outros ASSASSINOS profissionais españoles. Ontem o presidente de México pedia perdom aos povos originários polas matanças e outras violaçons dos direitos humanos realizados polos sucessivos governos mexicanos desde sua independência como colónia española e solicitava ao Papa de Roma e ao governo español uma reflexom nos mesmos termos como ato de justiça universal pelos feitos que supugeram a aniquilaçom da vida de centos de miles de pessoas e o aniquilamento total das culturas primitivas e da sua cosmovisom por médio da CRUZ e da ESPADA. Nem que dizer tem, que todos os analistas políticos dos falsimédios pugeram o berro no ceu diante de tamanha petiçom com umas petuláncias moi próprias de quem segue olhando cara aos povos dos paises do sul dos EEUU (onde mora seu jefe máximo) com aires de COLONIZADOR e nom foi tal, mas por momentos pareceu-me como se todas as ofendidíssimas mentes pátrias se juntaram numa coral para berrar-lhe ao unísono ao presi mexicano aquelas palavras que se figeram famosas ao díze-las um outro histriom hispano: “¿¿POR QUÉ NO TE CALLAS?? “

Voltando ao rego:

A derogaçom da Lei Mordaça (que ontem cumpria 4 anos) vem a ser uma “outra das grandes promesas incumpridas de Schez” e no programa de El Gran Wyoming recurrirom “a pior inimiga do presidente: a hemeroteca” e recolheromnum vídeo todas as vezes nas que Schez defendera a necessidade de derogar a lei mordaça em quanto chegara ao Governo (podedes visiona-lo neste enlace) e se o figestedes podedes observar algo que ao Gran Wyoming nom parece dar-lhe importância: as últimas declaraçons do Schez no vídeo quando já sabe que vai ganhar a moçom de censura a Rajoy e que vai ser o novo presidente das españas todas rebaixa o tom das suas bravatas e já nom fala de derogar a lei mordaça senom de (sic) “derogar los aspectos más virulentos da ley mordaza” o que a olho de bo analista só pode sinificar que nom pensam deroga-la na sua integridade como correponderia.

E assim andamos por estes lares do Mundo e inda há quem, desde supostas posturas anarquistas ou libertárias, pede o voto útil para forças de esquerda que ajudem ao Schez a permanecer no governo e dim que é para evitar que nom ganhe a direitona.

ILUSAS… Aínda nom se percataram de que o PSOE é DIREITONA.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s