[Gabriel Pombo] Atualizaçom da sua situaçom tras sua detençom no Portugal

Juiz português aceita adiar a sua extradiçom – Cartaz Solidário Reivindicativo – Registros domiciliários nas moradias da familía de Elisa na Italia.

Deitamos acá as últimas informaçons recebidas, que recolho (e traduço) dos sites 325.nostate e voz como arma, sobre a situaçom das compas Gabriel Pombo da Silva -tras sua recém detençom em terras portuguesas-, e mais da Elisa di Bernardo, tras ter conhecemento de que a polícia italiana registrou as vivendas da família de Elisa aproveitando esta tormenta.

– [Portugal] Atualizaçom da situaçom de Gabriel Pombo Da Silva

Segunda-feira, 27 de Janeiro, começou em terras portuguesas o juízo contra nosso compa, durante a primeira audiência pôde-se vislumbrar o seguinte cenário:

  1. Portugal, por enquanto, tem aceitado deter a extradiçom ao Estado espanhol e deu-lhe à defesa um prazo de 20 dias para agregar provas e documentaçom que acreditem, ainda mais, a importância de que Gabriel nom seja extraditado.
  2. A defesa impugnou imediatamente o argumento de “pena residual” que o Estado espanhol pretende impor a Gabriel, ou seja, 16 anos mais de condena! Sem entrar em muitos detalhes jurídicos, com só ler someramente os documentos que pretendem ampliar sua sentença, é evidente que se trata duma «vingança legal» (Que vingança de Estado nom o é?) contra nosso compa.
  3. Por agora, Gabriel continua detido nas celas da Polícia Judicial de Porto em espera de voltar a comparecer em frente ao juiz. Segundo a informaçom proporcionada espera-se que a próxima audiência se realize mais ou menos em meados de fevereiro.
  4. Atualmente pode receber visitas um dia se e um nom por parte de qualquer pessoa que solicite visitar-lhe. Atopase bem de saúde e está forte, combativo, determinado e retranqueiro coma sempre.

– [Itália] Novidades Repressivas contra da família de Elisa Di Bernardo

Na mesma manhã da segunda-feira 27, foram registadas as casas da mãe, do pai, da irmã e do curmão de Elisa Di Bernardo com o objetivo de confiscar material informático. A fiscalia de Brescia emitiu, de facto, a enésima ordem 270 bis (por associaçom ilícita e terrorismo) contra Elisa e Gabriel, acusando-lhes de pertencer a uma célula subversiva com base e apoio internacional (treme Terra, treme!).

Por suposto esta «nova» onda repressiva nom ajuda em nada a situaçom jurídica de Gabriel e, a imprensa ao serviço do poder nos três países já fijo seu dever exaltando a estreita colaboraçom entre os governos da Itália, Espanha e Portugal.

Cagatintas, fantoches de nossos inimigos históricos, cumprirám seu dever… nós cumpriremos com nosso dever revolucionário (que cada quem chame-lhe como queira, hé hé).

– [Galiza] Cartaz Solidário Reivindicativo

Continuarám as atualizaçons.

GABRIEL LIVRE!
TODAS LIVRES!
VIVA A ANARQUIA!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s