A MAGIA dos NÚMEROS da COVID ou coma MANIPULAR DADOS a CONVENIÊNCIA (2).- A suposta terrível mortalidade imparável da “Nova Cepa ÍNDIA”

A finais de janeiro publicara uma outra entrada nesta minha bitácora que começava igual que esta mesma (e de ai o nº 2 entre parênteses) para fazer referência à manipulaçom numérica dos dados da COVID na Galiza, tras uma presuposta situaçom de Alerta Máxima e de Risco Extremo na que se superara a cifra de 250 casos diagnosticados coma positivos por cada 100.000 mil habitantes.

Dias prévios, dera pulo tamém acá neste site, a uma aclaraçom que considerei pertinente e necessária fazer chegar a quem me lê e nom está afeita ou desconhece as utilidades trampa da numerologia, das proporçons e das estatísticas e o jogo interesado que fam das mesmas, governantes, falsimedios e demais vozeiros das farmacêuticas e outras empresas da morte muito preocupadas em que CUNDA o PÁNICO e se mantenha o MEDO ao vírus até quando queiram.

Essa “aclaraçom” vinha a conto dos terroríficos dados em Arteijo, Ginzo e Viveiro quando superavam os 1.000 casos de INCIDÊNCIA COVID em contágios. Consistira em aclarar que as cifras da incidência, indicam uma quantidade porcentual tomada sobre 100.000 pessoas, mesmo que nos lugares onde se tomam ditos cálculos fiquem muito longe de têr essas 100.000 pessoas morando lá. Mas é sem dúvida uma cifra porcentual muito válida para inculcar o MEDO á povoaçom que a de assinalar a cifra de casos reais ou uma porcentagem sobre 100 (a qual estamos afeitas) e nom sobre 100 MIL.

Agora bem, passados já uns mesinhos onde estes dados estatísticos vam de capa caida e quando caseque nom assustam a ninguém, -bem porque a sua mágia já nom causa estupor nem assombro ou bem porque já muitas sabemos seus trucos e nom nos colam mais as suas trampas e sujas artimanhas- semelhara que FALSIMÉDIOS, Governos e Goveninhos, acordaram que é hora de voltar as CIFRAS REAIS, as CONTAS CLARAS, e renunciar as porcentagens em aras da VERDADE, e que milhor ocasiom para isto que este momento em que na Índia os dados oficiais indicam que se estám morrendo a miles por dia: TRES MIL num só dia!! superando onte mesmo a barreira das DOSCENTAS MIL PESSOAS MORTAS desde que começara a desatar-se polo mundo a virulência deste presunto novo vírus.

A que ASSUSTA, e MUITO, a cifra de DOSCENTAS MIL PESSOAS MORTAS ??

Claro que assusta!! E de ai nasce a utilizaçom interesada em todos os MENTIDEIROS destes terroristas dados!! E muito mais acá e agora quando os casos da Incidência Acumulada por estes lares apenas superam a ridícula cifra dos 100 casos de contágios e com isso pouco se pode assustar.

Assusta muito e graças a isso podem seguir vendendo o medo ao vírus, as supostas bondades de estar vacinadas e mesmo despreciar por poucas e escasas as mortes por trombose ou outros efeitos secundários, e até negar a sua relaçom coas mesmas mediante o uso de empresas lucrativas muito interesadas em censurar as vozes críticas, silencia-las ou vitupera-las utilizando más artes e insultos gratuitos.

Mas se retomáramos agora para falar da situaçom na Índia esses dados porcentuais cos que nos estiveram bombardeiando de maneira interesada até há bem pouco, que obtemos??

Índia é o 2º território mais povoado do mundo, dentro das suas fronteiras têm registradas coma residentes 1.366.417.754 pessoas (segundo os últimos dados oficiais) e se tomamos em conta as 201.187 MORTES registradas lá até agora coma supostamente produzidas pola plandemia, obtemos uma porcentagem de menos de 15 MORTES por cada 100.000 habitantes ou de só uma letalidade do 0’015% da sua povoaçom total e esta ridícula porcentagem assusta bem pouco ou mais bem nada e mais se temos na conta de que, segundo aponta JO NASH no seu artigo que colei ontem acá, essa quantidade é muito minor a das que morrem por DIARREIA todos os dias do ano e desde há muitíssimos anos devido á falha de água potável e saneamento

A fábrica do medo segue produzindo notícias a bo ritmo

Eu por momentos imagino-me um grupo interesado de coviadetas e covidianas reunidas ao redor dum ídolo com forma de vírus conjuradas, preparando as suas vindouras jogadas criativas, co galho de seguir provocando TERROR entre as povoaçons; valorando se agora é milhor tirar de argumentos utilizando porcentagens sobre CEM MIL ou MORTES REAIS e rindo a cachom e babejando entanto remitem aos seus vozeiros submissos e cúmplices as suas novas diretrizes para manter esta situaçom sine die ou até que lhes saia dos colhons e das conas em aras de seguir vendendo as suas pócimas e as supostas vacinas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s