Hoje recuperei minha risa matutina caminho do curro !!

Fazia bem de tempo que nom me faziam rir a tam tempranas horas. Nesses momentos rutinários a meia luz quando ao sol ainda se lhe espera nas que as pessoas que me cruzo vam, na sua maioria, cabisbaixas olhando seus celulares ou ao solo, tristes, silenciosas, apuradas e muitas ainda sem sorrisas nem falas meio tapadas com seus absurdos tapa-bocas mesmo que vaiam sozinhas por amplas avenidas.

Tempo atrás quando a gente só escuitara falar de coroas de flores ou das que levam nas suas cabeças as misses, as princesas, os reises e outros seres de contos ou das cortes reais e o termo pandemia nom invadira nosso vocabulário cotião; era bastante comum que, no meu percorrido cara ao choio, me cruzara com grupos de jovens bébedas e bem contentas que bem iam de retirada fazendo esses cantando ou bem iam à busca dum bareto onde seguir de troula.

Já fazia caseque dous anos que nom sentia essa inveja por ser jovem, por rachar moldes e horários, de fazer ruido no silêncio e cantar desafinado porque estou vivendo e disfrutando e me apenava viver num mundo onde a alegria de viver desaparecera nas ruas matutinas de quando as tristes e preocupadas currantes se cruzam com as alegres estudantes.

E hoje martes, polo comum um dia bem raro para andar de reganche, vim-lhes vir de longe e esbocei o meu sorriso. Dous moços bem altos rascando, cada qual, livres notas das suas guitarras, cantando embriagados à gente amodorrada dentro de seus carros parados num semáforo, um de cada lado, uma cançom que eu nom conheçia mas que na sua letra diziam algo assim como “um mundo sem bandeiras nem pátrias”.

E me alegrarom o dia !! E a inveja sã instalou-se em mim e fum-me de lá rindo. Tinha que ter-me unido a eles e mandar à merda ao curro, mas nom deixo de ser um velho de 60 anos à espera de ver cumprido meu tempo de currela e de receber o de júbilo; e quando chegue esse dia, poida que sejam esses mesmos jovens quem flipem comigo un dia qualquer de renganche manhãzeiro.

Que viva a joventude !!

Que viva a risa!!

Que viva a vida!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s