[Bruselas] Em Pê de Guerra contra o Passe Sanitário x ACAB

Recolho e traduzo esta informação publicada no Indymedia Barcelona:

No domingo, 23 de janeiro, tivo lugar em Bruxelas, capital da União Europeia, uma manifestação internacional contra as restrições draconianas e a aprovação da vacina.

Perto de 100.000 pessoas marcharam, procedentes de vários países, camaradas belgas, alemás, inglesas, polonesas, italianas, francesas e de muitos outros lugares reunidas. Uma das faixas dizia: “Fronte à Europa do Capital, Viva a Internacional”. Destacamos tamém a presença de ativistas organizadas num Black Bloc.

A capital europeia foi transformada num campo de batalha.

Prédios governamentais da União Européia foram atacados. Suas luxuosas janelas se estilhaçaram. Muitas barricadas foram erguidas. Dispositivos da polícia foram esmagados pola magnitude e determinação das manifestantes. A polícia teve que fugir repetidamente, os veículos policiais foram apedrejados e picados, num deles podia-se ler “ACAB” e ocorreram confrontos intensos e prolongados.

A polícia colocou canhões de água e tanques para restaurar a ordem burguesa, dispararam grandes quantidades de gás lacrimogêneo e granadas de efeito moral. Ao final do dia, foram registradas 60 manifestantes detidas, e 3 polícias e 12 manifestantes ficaram feridas.

As medidas autoritárias dos diferentes governos parecem cada dia mais ilegítimas. Os protestos estão ocorrendo em todos os lugares. Desse movimento protéico, destinado a perdurar e crescer, podem surgir verdadeiras mobilizações por liberdades, ou recuperações macabras.

Compre a nós, as revolucionárias, influenciar o curso dos acontecimentos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s