Arquivo da categoria: convocatórias

Domingo 22 ás 12hs na Alameda de Compostela: Manifestaçom GALIZA di que NOM á LEI de DEPREDAÇOM

Dou pulo a esta convocatória de protesto contra a Lei de Fomento da Implantaçom de Iniciativas Empresariais (LIIE), umha lei que facilita ás multinacionais a depredaçom da nossa terra e que permitirá requalificar terreos queimados antes dos 30 anos. Hoje no parlamentinho tinham previsto aprovar esta Lei pola porta de atrás cos votos do PP em solitário (coisas da maioria abosulta representativa quando só tês o voto do 25,24 % do eleitorado com direito a voto) e co silêncio cúmplice do resto das forças com representaçom parlamentar que semelha tamém assinaram um pacto de nom amolar o governo durante a crise dos lumes, como já fijo o exjuiz mareante Luís Villares (sic) “hoje nom é o momento de pedir dimisons senom que os responsáveis políticos trabalhem tentando de dar soluçom a aquilo que nom figeam em todos estes anos”; e que nom estranharia que se sumaram á criminalizaçom do povo como já figeram durante seu mandato bipartito BNG e PSOE.
Continuar lendo

Anúncios

5ª feira, joves 19 ás 20 hs no CSA do Sar: Apresentaçom da ediçom galega do livro “Requiem por unha viaxe sen retorno” de Nikos Romanós

Recebo na minha caixa de correios esta convocatória de “algunhas Individualidades Anarquistas” que seguem na brecha do projeto informativo anarquista galego “Abordaxe”. De feito tudo o recaudado irá destinado a financiar seu novo projeto editorial Abordaxe.org que já está ativo na rede e onde ficam a disponibilidade de quem quiger vários artigos, resenhas e mais as diversas publicaçons que se foram editando em torno a “Abordaxe” (revistas, boletins e mais material) e que segundo o que apontam na sua web som “froito da necessidade de confrontar e gerar ideias e debates-chave numha realidade na que naufragamos presas da democraticidade e o mercado das opinions, e da intençom de investigar e recuperar a memória respeito das luitas contra a dominaçom e dos tecidos comunitários e autogeridos que ligarom Galiza e outros territórios do mundo durante longo tempo”; e dentre suas prioridades está sua intençom de plasmar esta tarefa a través das suas publicaçons que editam “para fornecer estas luitas no presente, e por suposto, visibiliza-las”. Tudo elo encaminhado a reformular o projeto Abordaxe como editorial, mantendo tamém a revista, que é onde milhor e com mais sanha destripam o cadáver desta sociedade autoritária e onde mais alegremente passam pola quilha os princípios que a sustentam.
Continuar lendo

5ª feira, joves, 5.- PALESTRA de Gabriel Pombo no CSA do Sar: “A Loita Anarquista Dentro e Fora das Prisións”

Por fim imos contar coa presência de Gabriel Pombo da Silva em Compostela e no CSA do SAR. Depois do falhido intento de traze-lo junto a sua compa Elisa di Bernardo numha Jornada Antiautoritária polo Guerra Social que ia ter lugar em sábado 10 de junho (quando fazia um ano da sua saida de prisom) e que tivo que ser suspensa porque a gente envolvida no despejo do CSOA Escárnio e Maldizer, sem ter para nada em conta dita moi interesante convocatória, nom tiveram milhor ocorrência que convocar para esse mesmo dia e horas (quando já estava convocada dita Jornada e como se no almanaque e no relojo nom houvera outros dias e horas) a sua fatal convocatória de manifa com destino final em comissaria ou nos julgados (bom o protesto rematou coa falhida toma do Peleteiro) e um bo feixe de multas.

E assim, no vindouro joves 5 de Outubro ás 20.00 horas, Gabriel Pombo da Silva estará com nós no CSA do SAR para falar sobre a nova ediçom ampliada (inclue umha série de escritos selecionados especialmente polo própio Gabriel) do seu livro “Diario e Ideario de un delincuente… y otros textos” numha palestra organizada de maneira conjunta por Mërda Distro & Castrexo Punx e o CSA do Sar.

Colo acá o publicado na rede sobre esta convocatória e animo desde acá a assistir á palestra deste compa anarquista que sofreu a repressom mais dura nas suas carnes durante várias décadas nos cárceres do Estado espanhol e da Alemanha:
Continuar lendo

4ª Festa Pirata de Abordaxe! Sábado 23 setembro no CS O Fuscalho – A Guarda!!

Voltei das minhas feiras e nada melhor que retomar esta minha bitácora com esta singular convocatória das minhas amigas de “Abordaxe!” que me remitirom para ajudar a dar-lhes pulo neste mundo da virtualidade.

Entusiasmado por ver que este projeto anarquista galego, do que no seu dia formei parte, segue dando coletaços e promete seguir na brecha coa sua santa-bárbara cargadinha de pólvora; dou passo a colar sua convocatória, animándo-vos a acodir a tal evento onde, entroutras atividades, as piratas lá enroladas darám-nos conta da nova reformulaçom de “Abordaxe!”. Contra ventos e mareas, lá nos veremos:
Continuar lendo

21-23 Julho – “Corme Folki 2017” – Um foco de Cultura do povo

Outro ano mais, coa mesma energiaa dos anos anteriores na Noite de Encantos da Furna. A boa música achegára-se a Corme da mão do CORME FOLKI para seguir demostrando que somos donas da nossa cultura e da nossa festa, que nas nossas mãos está criar umha alternativa real á cultura oficial das grandes orquestras e dos grandes grupos com cachê.

Continuamos a crer que a cultura nom é un negocio, que a nossa música nom precisa de miles de euros para expressar-se.

Um pouco de história

Difícil falar em poucas linhas do que entre todas criamos nestas case duas décadas de projetos autogeridos e sem ánimo de lucro na vila de Corme.

Isto começou no século passado, ano 1999, quando as primeiras notas amplificadas soaram na Furna do Osmo. E agora 18 anos depois nom soarám notas amplificadas na Furna, mais a festa, os Encantos e a música tradicional estarám presentes nela na noite do venres 21 de julho com um espetáculo de foliada, percussom e dança. Na Furna nasceu tudo e ainda que os concertos da noite do sábado 22 vaiam ser na Praça da Ribeira, na noite do 21 desfrutaremos de boa música regada dumha queimada.

E como nom o Sábado 22 de julho a Praça da Ribeira será o lugar de encontro da boa música, circo, títeres, foliada… Cum programa de atividades desde o meio-dia até bem entrada a noite.
Continuar lendo