Arquivo da categoria: convocatórias

21-23 Julho – “Corme Folki 2017” – Um foco de Cultura do povo

Outro ano mais, coa mesma energiaa dos anos anteriores na Noite de Encantos da Furna. A boa música achegára-se a Corme da mão do CORME FOLKI para seguir demostrando que somos donas da nossa cultura e da nossa festa, que nas nossas mãos está criar umha alternativa real á cultura oficial das grandes orquestras e dos grandes grupos com cachê.

Continuamos a crer que a cultura nom é un negocio, que a nossa música nom precisa de miles de euros para expressar-se.

Um pouco de história

Difícil falar em poucas linhas do que entre todas criamos nestas case duas décadas de projetos autogeridos e sem ánimo de lucro na vila de Corme.

Isto começou no século passado, ano 1999, quando as primeiras notas amplificadas soaram na Furna do Osmo. E agora 18 anos depois nom soarám notas amplificadas na Furna, mais a festa, os Encantos e a música tradicional estarám presentes nela na noite do venres 21 de julho com um espetáculo de foliada, percussom e dança. Na Furna nasceu tudo e ainda que os concertos da noite do sábado 22 vaiam ser na Praça da Ribeira, na noite do 21 desfrutaremos de boa música regada dumha queimada.

E como nom o Sábado 22 de julho a Praça da Ribeira será o lugar de encontro da boa música, circo, títeres, foliada… Cum programa de atividades desde o meio-dia até bem entrada a noite.
Continuar lendo

A todas as Horteras que pese á vaga de calor do sábado estivestedes dándo-lo tudo no pátio do CSO do Sar: Obrigadas!!

Recolho e dou pulo a esta informaçom publicada hoje na web de “A Kalimera”:

Nom fumos muitas as assistentes mas sim as suficintes como para que, um ano mais, a nossa Festa Hortera fosse um grande hit da nossa história presente.

Começamos com um moi interesante roteiro para guiris pola cidade amuralhada dirigido com grande maestria polo ceremonioso Demetrio Pélaez (assim foi como se apresentou nosso cicerone); experiência que haverá que repetir mais vezes dada a repercussom causada do nosso vagar entre viandantes picheleiros. Cabe sinalar que ao início do mesmo coincidimos co passo da festiva manifa do Orgulho coa faixa da cabeceira assinada por “Transmaribolleras Compostela” e ás que queremos agradecer de maneira explícita o feito de ter retrasado o começo da sua particular Festa (no pub Curruncho) para nom colidir coa nossa e poder estar em ambas (além de ter o magnífico detalhe de dar pulo á nossa festa no seu muro de feisbuk); detalhes assim fam unir e estreitar amigáveis laços entre coletivos; esperamos e desejamos que se espalhe o ejemplo.
Continuar lendo

Sábado 17 FESTA HORTERA no CSA do Sar – Cartaz e Programa

Tras o despejo do CSOA Escárnio, lugar onde tinhamos prevista realizar nossa Festa Hortera deste ano, nom iamos arredar-nos e como nom estamos quedas, falamos coa gente do CS do Sar (“Nós tamém somo do CS do Sar”, dado que lá temos nosso estúdio) e dito e feito nossa XXII FESTA HORTERA mantém a data anunciada, Sábado 17 de junho e o tema da problemática do turismo invasivo que padecemos as residentes nesta cidade como leitmotiv da festa.
Continuar lendo

A Festa Hortera será no CSA do Sar (Casa do Peixe). Mantem-se a data do sábado 17

Cópio e colo da página web de A Kalimera:

Os sucessos imprevistos acaecidos encol do despejo do CSOA Escárnio e Maldizer, lugar no que de início iamos fazer este ano nossa particupar e peculiar Festa Hortera, fam-nos mudar de espaço para o CSA do Sar, onde temos ubicado nosso estúdio de emissom.

Queremos agradecer acá ás nossas compas do Sar por facilitar-nos umha vez mais as tarefas; sem imposiçons nem condiçonamentos e sempre com um sorriso. Em breves publicaremos o cartaz e muita mais informaçom ao respeito da festa. Haverá novidades suculentas…

Permanecede atentas as vossas pantalhas!!

Ide preparando vosso playback!!

[Urgente] Cancelada a “Jornada Antiautoritária pola Guerra Social” do sábado 10 no CSA do Sar

Recebo e espalho:

Boas, companheiras!

Devido aos últimos acontecementos que tiverom lugar na cidade de Compostela e ás circunstáncias que tais acontecementos forom criando nestes dias, as individualidades anarquistas que organizávamos a atividade “Jornada Antiautoritária pola Guerra Social” no CSA do Sar para o vindeiro sábado 10 de junho sentimos ter que comunicar que decidimos desconvocar. Com tudo, ficamos coas ganas, e agardamos tira-la adiante num futuro próximo.
Continuar lendo

Sábado 10 ás 21h na Alameda compostelá – Manifestaçom Solidária co CSOA Escárnio e Maldizer

Colo e dou pulo á informaçom recebida no meu correio:

Estaredes ao tanto do acontecido com o C.S.O.A Escárnio e Maldizer de Santiago de Compostela, que foi despejado no passado dia 30 de junho. Depois das multitudinárias mobilizaçons que se dêrom nos dias seguintes e de todas as mostras de solidariedade recebidas, juntamos todas as forças para convocar umha grande manifestaçom para o dia 10 DE JUNHO NA ALAMEDA DE COMPOSTELA, ÀS 21.00 hras.

Para defender o Escárnio e Maldizer, mas também para mostrar o nosso rechaço ante a criminalizaçom dos movimentos sociais. Queríamos pedir-vos que distribuades e difundades esta convocatória nos vossos meios:

DEFENDAMOS OS CENTROS SOCIAIS
DEFENDAMOS O ESCÁRNIO E MALDIZER

Bloco a bloco desfam-se os muros
Se nos tiram os espaços, multiplicamos a solidariedade

No ano 2014, um grupo de vizinhas de Compostela okupamos o antigo local da agrupaçom de baile e canto tradicional Cantigas e Agarimos fechado desde o 2011. O C.S.O.A Escárnio e Maldizer aparecia assi como um espaço para a gente no casco velho da cidade desenhado hoje para o turismo maciço e afastado das necessidades da vizinhanza. Durante três anos trabalhamos intensamente neste projeto; reabilitamos o edifício; enchemo-lo de ideias, diversas, que procediam de diferentes tradiçons políticas e sociais. Co passo do tempo, esse frio edifício em ruinas convertiria-se efetivamente no Escárnio e Maldizer erguido em contra das mais profundas raizes que sustentam o hetero-patriarcado capitalista; dizemos solidariedade, apoio mutuo, autonomia, horizontalidade, autogestom.
Continuar lendo