Arquivo da categoria: humor

Sua derradeira caçada!!

Já dera caça a tudo quanto animal podia matar para depois presumir disso com foto e trofeio.

Ontem deu seu definitivo certeiro disparo e, índa que haja quem fale de que foi um “selfi”, de momento nom há foto que tal atestigue.

Tampouco haverá cabeça disecada para colgar como trofeio num lugar “preferente” da sua vivenda de lujo com sua respetiva “tarjeta preta” dando conta de quando e donde foi caçado o ejemplar.
Continuar lendo

Aviso para pelegrinas: O que vos contaram da neve na Galiza nom tem que ver nada co clima

Depois de comprovar “in situ” e “de visu” que as e os pelegrinas destes tempos substituirom “ex profeso” os báculos de pau “ad hoc” para peregrinagem -que todas suas predecesoras usavam “in illo tempo”– por bastons de esqui de neve rematados em perigosa ponta ; lanço desde esta minha gávea este aviso intencionado para que depois, ninguém que venha a Compostela com intençons de se lançar costa abaixo por umha pendente nevada, se chame a engano:

Se algumha vez estando por vossas terras do além, escutáchedes dizer alguém que na Galiza havia moi boa neve e mesmo se alguém algumha vez vos comentou que nosso presidente tinha grande gosto por ela; nom se estavam a referir a precipitaçom de cristais de gelo agrupados em flocos ou folerpas e formados pelo congelamento do vapor de água que se encontra suspenso na atmosfera nem aos próprios flocos desses cristais. Acho que há um pequeno erro de interpretaçom léxico pois a única estaçom de neve que há na Galiza é a de Cabeça de Manzaneda que está ubicada bem longe de Compostela e penso que nom há nenhuma ruta oficial entre ambas localidades que figure entre os múltiples caminhos de glória que chegam agora a Compostela.
Continuar lendo

“Llega la Caballería para salvar al monte de los incendios” – “Cubrirá toda Galicia”

Com este cabeçalho escrito na sua língua habitual, ECG, o jornal das risas compostelã, titula o artigo redatado por Elena Piñón e publicado na versom em papel deste diário. Nele, a entusiasta jornalista, pom fim a todos nossos medos em quanto á mais que presumível vaga de lumes que nos vai asolar Galiza no vrão.

E para aplacar as incrédulas, começa assim sua entusiasta e tranquilizante crónica: Galicia tiene todos los medios humanos y materiales para salvar a sus montes de las llamas en un verano que se presenta amenazador por la sequía y la previsión de altas temperaturas. Brigadas, helicópteros, motobombas… solo faltaba la Caballería. Y ya está aquí” (sic).

Para quem coma mim, ainda nom as temos todas conmigo ou consigo, Elena parte seu apelido pola Unidad de Caballería del Cuerpo Nacional (CNP) vinda desde Castela para fazer fronte á Operaçom Lumes 2017 (aviso para despistadas: nom se trata de outra operaçom repressiva orquestrada contra anarquistas ou indepes) e além, para ocupar-se da seguridade no caminho de Santiago. Dita unidade vai ter sua base em Compostela e Ponte-Vedra e desde lá cobrirám as quatro provincias galegas.
Continuar lendo

Descobertos os intereses obscuros do PP no despejo do CSOA Escárnio

Estas fotos estám rulando pola rede; de feito eu recolhi-nas do FB do Escárnio. Lá ficam subtituladas sob as vozes de ordem: “ESCÁRNIO REOKUPADO! O ESPAZO RESISTE!”
Mas eu som mais da opiniom de que é a demonstraçom de porque o PP estava tam interesado no despejo!! Querem-no para que suas novas geraçons fagam seu ninho.
Chamaram-lhe “El niño de la gaviota”?
Continuar lendo

ALARMA!! Compostela está a ser invadida por Carcundas Coloridas perigosas!!

Hoje saim da minha casa caminho do curro numha manhã chuviosa quando ainda os relojos nom deram as 8 e aos poucos vim, a vários metros por diante de mim, um ser estranho que levava umha vestimenta dumha cor moi viva e rechamante que lhe cobria enteirinho desde a cabeça até os seus quadris; e pese a esse recobrimento exterior via-se, mesmo de longe como eu estava, um enorme vulto que sobressaia nas suas costas a jeito de corcova ou carcunda.

À primeira vista desde a distância prudente que nos separava dava a sensaçom de ser um ser inofensivo e seu andar vagarinho e deambulante se me asemelhava ao dum zumbi que andivera canso e com fortes maniotas, assim que aos poucos fum reduzindo a distância e achegándo-me o suficinte como para observar que seus pés iam calçados com algo similar ao que por acá chamamos sandálias e suas penras (duas coma nós) cobertas com umha espécie de meias até os geonlhos.

Mas assim que ia reduzindo metros observei que entre os curiosos objetos que portava, levava numha das suas mãos o que sem dúvida tinha que ser um arma mortífera e moi perigosa, pois era de apariência moi similar ao que já nossas Forças Democráticas da Ordem e da Repressom da Dissidência Terrorista (FODEORREDITE nas suas siglas) descreveram numerosas vezes como armas de destruiçom e mesmo já fora proibido seu uso em protestos de rua pola sua alta perigosidade: Um pau grosso!! E nom só, porque a medida que minha vista me permitia observar milhor ao indivíduo e suas possessons e roupagem, vim que dita fatal arma rematava numha ponta afiada dum material similar ao nosso aceiro, o que, sem dúvida, convertia esta arma numha mortífera ferramenta. Isso foi o que me tirou para atrás no meu caminhar na sua direçom e foi entom que começei a sentir um tanto de medo e colhim um outro caminho para evitar ao estranho indivíduo, mas… foi umha decissom moi desafortunada…
Continuar lendo

Rajoy em “El Club de la Comedia”

Recolho da canle de youtube de United Unknown:
Rajoy em El Club de la Comedia #1 Publicado em 6 de out de 2015.- O milhor monólogo de Mariano Rajoy! O preshidente abandona temporalmente o plasma para regalar-nos algumhas das suas memoráveis reflexons, dignas dum autêntico mestre da comédia.

Rajoy em El Club de la Comedia #2 Publicado em 22 de jun de 2017.- Por petiçom Popular, regressa nosso milhor monologuista.
Continuar lendo