Comochoconto Paul Auster – Relatos breves “O Caderno Vermelho”

“Descobrir o poder do azar é descubrir que somos fragis e terrivelmente vulneráveis, que dependemos da casualidade, que uma coincidência estúpida pode destrozar-nos num segundo. Que uma palavra estúpida ouvida por casualidade tamém pode fulminar-nos. Lembrar que as pessoas somos terrivelmente fragis é uma obriga moral”. Paul Auster

caderno vermelhoRebuscando no meu baú onde repousam os programas que gravara e emitira na Kalimera “a rádio livre de Compostela”, atopei este adicado á figura do escritor Paul Auster num percorrido por vários relatos onde nós dá conta dalgumas das suas experiências vitais; daquelas onde cobram relevância as casuais coincidências. 

Dado que meu programa de Comochoconto tinha por lenda “Onde tudo parecido com a coincidência é pura realidade” e dado o muito do que eu gosto de seus escritos, acho que sobravam razons e era caseque uma “obriga moral”, adicar-lhe este programa a este autor que di dele mesmo que é “Caçador de Coincidências por obriga moral”. Um programa que saira ás ondas livres lá polo ano 2006 e que vos colo agora acá por se apetece escuitar:

 

Ir a descarregar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s