Oliver Fernández, este é o cura que, 10 anos depois, volta a ser pilhado por acosar minores nas RRSS. Agora foi detido por enviar um vídeo sexual

Na altura digera estar arrependido e só fora apartado das suas funçons na sua diocese

É-che o que te tem as hemerotecas; que por muito que os falsimédios, a cúria, os corpos repressivos e mesmo os governos pretendam manter o anonimato deste depredador sexual de moçinhas e volte a ponher só as suas iniciais O.F. L. ; nom podem eliminar as referências aos feitos acaecidos há 10 anos quando gente do lugar de Zaratán (concelho ubicado na província española de Valladolid) de onde este energúmeno era párroco, deram luz ao seu careto nas RRSS para que se souvera bem quem era.

Tiro do blogue “La Portería de Nela”, um resumo do que sua autora denunciara na altura: que o cura intentara vai tu a saber que com uma minor, que nom chegara a mais porque o pai da meninha, percatara-se e o denunciara na Garda Civil. As conversas que mantinha com a nena por tuenti, nom eram precisamente inocentes com expresons como “eres un bellezón de chica” ou “estás estupenda con un bikini tan sexy”, tudo moito calculado, tinha sua própria conta para ligar com minores, porque para salvar suas almas ou convida-las a rezar o Santo Rosário, fijo que nom. Por entom o cura declarara que se sentia arrependido, que fora um erro e que nom se passou nada… (??) E o bispado, papado e toda a cúria romana mirou para um outro lado (“son anécdotas en las que hay que ver la situación del individuo y circunstancia. No podemos elevar una anécdota a la categoría de problema social” assegurara o Cardenal Archebispo emérito de Sevilla, Carlos Amigo) e em consequência só fora apartaron das suas responsabilidades nessa diocese e assunto arquivado.

Assim davam conta dos sucessos que, em julho de 2010, aconteceram em Zaratán na CNN+, ao que deram em quantificar como o 5º caso de pedofilia na Igreja no 2010 (se bem seria mais exato dizer, o 5º caso que sae á luz pública no 2010 e sem que a Igreja Católica o poidera evitar):
Continuar lendo

O ÚNICO TERRORISTA É … Tal como eu predixera, caiu a montagem das 9 CDR detidas em outubro passado coma presuntas terroristas. Já estám todas fora dos cárceres

Em 3 de outubro do ano passado, este gajeiro escrevia sua reflexom encol das 9 detidas por pertenecer aos CDR cataláns, nas que aventurava que lhes ia passar o mesminho que as mais de 40 compas anarquistas que, desde finais de 2013, se passaram pola Audiência Nacional baixo acusaçons de terrorismo (Operaçons Coluna, Pandora I, Piñata, Pandora II, e ICE) e muitas delas sofreram cárcere durante semanas, meses ou anos à espera de juíço; ao que há que sumar centos de pessoas afetadas e preocupadas pola situaçom das compas e uns quantos miles de euros que houvo que recaudar para pagar as elevadas fianças que permitiram que várias compas poideram esperar seu julgamento fora dos cárceres e um feixe de vivendas particulares, okupas e centros sociais libertários registrados e violentados e muitíssimas pertenças requisadas (e muitas nunca devoltas nem imdemnizadas).

Esta sexta feira passada, venres 10 de janeiro, saiam livres as duas últimas pessoas que mantinham presas das 9 detidas num início e acusadas de terroristas. Ao igual que o resto das compas postas antes em liberdade, estas duas últimas tiveram que abonar uma fiança Continuar lendo

Fechado por feiras…

Cos meus milhores desejos de vindouros tempos de luita pola dignidade de todas as pessoas e de vitória contra todos os políticos chuchasangues, empresários escravistas, tratantes de pessoas, jornalistas vendidos, tertulianos mentideiros, vende fumes profissonais, milhonários caritativos, traficantes de armas, fabricantes de medicamentos, fertilizantes, transgênicos e outros velenos, rabinos, ulemás, papas, imanes,… e de toda defessora do Capitalismo, do dinheiro e da usura.

Marcho, que tenho que marchar…

Zozulya PUTO NAZI !! Bravas Bukaneras

Dantes de nada aclarar que quem isto escreve gosta do futebol como jogo mas há já muitíssimo tempo que deixei de ser um siareiro preocupado polos resultados das minhas equipas favoritas e de que disso dependera que meu estado de ánimo fosse feliz, conformista ou abatido. Tal feito aconteceu quando soubem, sendo ainda novinho, de toda quanta merda acompanha a profissionalidade neste jogo e de quem se agocham detrás das diretivas e presidências das grandes equipas, todos gente de muita fortuna, empresários escravistas e outros elementos fascistoides. De ai que nom seja estranho (ainda que alguma semelha que caeu agora da burra) que quem preside a LFP española (Liga de futebol profissional) desde o ano 2013, Javier Tebas, seja um reconhecido fascista, filiado da extinta Fuerza Nueva de Blas Piñar (dos poucos franquistas que nom mudaram de chaqueta tras a morte de Franco para fazer-se passar por democrático) da que chegou a ser jefe local das suas juventudes e que, segundo declaraçons de ele mesmo, ainda segue a manter tais ideais: defessor acérrimo da unidade dEspaña, do “sentido católico da vida”, antiabortista, e quem, na atualidade manifestou públicamente seu apoio a VOX​

Além, para entender a suspensom do partido Rayo-Albacete da 2ª divisom, e do porquê foi esta e nom outra a 1ª vez na história da LEF que tal feito acontece, pese a ter sucedido feitos muito mais graves no passado recém -e nom tanto- com numerosos episódios nas grades das grandes equipas com siareiros especificamente fascistoides de insultos xenofobos, racistas e homofobos seria bo remontar-nos a abril de 2017 quando Javier Tebas fora declarado pessoa nom grata em Puente de Vallekas por “menoscabar os direitos de liberdade de expresom dos que toda a cidadania goça”, tras apressentar este nazista uma querela criminal contra 17 siareiros quando se posicionaram contra da fichagem polo Rayo do jogador ucraniano Zozulya, ​que agora é motivo e eixo da montagem mediática tras aparecer na alienaçom titular do Albacete (equipa pola que fichou este nazista tras ser rejeitado polo Rayo) para jogar o partido contra o Rayo em Vallekas.
Continuar lendo

PSOE de direitas (ou nom) e o curioso paradoxo X Acratosaurio rex

Farto dessas supostas ativistas revolucionárias que, de maneira pontoal, acodem em cada cita eleitoral a inserir seu voto numa urna. Lá vam ilusas e cândidas, a confiar de novo nos candidatos dessas falsas esquerdas pretendidamente revolucionárias, lá desfilam submissas co sua papeleta nas mãos, coa vana esperança de que as coisas mudem quando seus líderes governem e possuam os mandos desta democracia Capitalista. Farto dessas fantasiosas mentideiras que, coma um mantra, repitem que a culpa da vitória das Direitas é coisa das abstencionistas; dispunha-me a escrever algo rotundo para respostar-lhes; mas como coisa de encantamento, de novo aquele dito de “tudo parecido coa coincidência é pura realidade”, que eu usava como coletilha no meu programa da rádio Kalimera, “Comochoconto”, entrou na minha vida, quando aos poucos lim este texto de Acratosaurio Rex, publicado ontem em AlasBarricadas e que veu-me, coma anel ao dedo, para traduzi-lo e dar-lhe pulo porque gostei muito dele (como figem em outras ocasions) e porque suas palavras aforram-me redatar eu uma resposta a tanta estupidez de quem crê que votar esquerdas é revolucionário; dessas engana-bobas que mantenhem falácias coma que, quando os seus governaram, mudaram algo na história e milhoraram a situaçom do povo. Lá vai (mantendo suas cursivas e engadindo, com seu permiso expresso, uma esquerda de acolá, tamém vendedora de botes oum mais bem de fumes):

 Tétricos pássaros, nom sabemos se de direitas ou de esquerdas

Há um paradoxo que se acostuma passar por alto nos debates eleitorais entre a gente de mui de esquerdas. Resulta que de XIV legislaturas que temos padecido, tem governado o PSOE em sete ocasions (1). E no entanto, a política laboral deste partido encaminhou-se sempre para o contrato precário, os topes salariais, a bonificaçom do despedimento, o recorte de subsídios de desemprego, as subvençons a empresários e banqueiros… Como é possível que governando um partido socialista e operário mais da metade do tempo, tenha uma política laboral dirigida à precariedade, etc? O mesmo é que isso é fazer política de esquerdas, nom si?

A resposta costuma ser uma risinha desdenhosa. Esquerdistas de pura cepa perguntam-me como com pena, no tom em que se fala a um menino de capacidades especiais, que se eu creio ainda ou todavia, que o PSOE é um partido de esquerdas.
Continuar lendo

[Miranda de Ebro] Garda Civil Oculta Ideologia FASCISTA do Detido com um ARSENAL de ARMAS MUITO PERIGOSO.

Izquierda Mirandesa (IM) em 4 de dezembro publicava numa RRSS a sua denúncia pública diante da permissividade da que goçam elementos FASCISTAS e/ou NEONAZISTAS para possuir ARSENAIS de ARMAMENTO ILEGAL e maquinária para FABRICAÇOM de EXPLOSIVOS e MUNIÇOM e para MANIPULAÇOM de ARMAS e sem que isso suponha ser qualificados como TERRORISTAS. Uma circunstância moi similar a quando as detidas som ANTIFAS quando som acusadas de pose de explosivos por ter Fairy ou Aguarrás (lêr em modo retranca).

Segundo publica Naiz, o detido Rubén López Rebollo, exibia sua ideologia falangista nas RRSS sem necessidade de agochar-se. Este meio assinala que foi a vizinhança desta localidade burgalesa limítrofa com Euskal Herria, quem lhes indicaram que este elemento possue esta sua conta de Facebook https://www.facebook.com/lapislazulireiki (ainda ativa) na que fai apologia do falangismo e do franquismo, com imagens de bandeiras españolas com o aguilucho, o jugo e as frechas ou loas a José Antonio Primo de Rivera.

Nom tanto, segundo a declaraçom em rolda de imprensa do tenente coronel Alfonso Martín, jefe da Comandância da Garda Civil de Burgos no se ha detectado en la investigación, que ha sido intensa, ningún vínculo con ninguna otra persona ni con organizaciones de ningún tipo, ni terrorista, ni extremista, ni delincuencia organizada, algo que contrasta e muito com os dados obtidos quando queres saber e que os falsimédios nom se preocuparam em buscar (deixadez habitual nos falsimédios quando a informaçom provêm direita dos corpos e forças armadas de (in)seguridade do estado). De feito algum falsimédio burgalés fala do detido como dum “Lobo Solitário” sem causa que acumulava “el mayor arsenal no relacionado con el terrorismo incautado en España en muchos añosno garagem para assim salvagardar a seguridade de seus pais com quem vivia (mira tu que bo filho).

Como dizia, IM emitiu um seu Comunicado-Denúncia sobre estas informaçons remitidas pola Garda Civil ás agências de (des)informaçom e as publicadas nos falsimédios geralistas:
Continuar lendo

Comochoconto – A Imaculada Constituiçom da Transiçom

Deito acá este aúdio do meu programa “Comochoconto” da Rádio Kalimera, emitido por última vez em 2012 (e agora atualizado), no que relato como foi a sinatura da Imaculada Constituiçom nesse periodo que dam em chamar a Transiçom, que nom foi mais que a aprovaçom da continuidade do franquismo baixo um régime monárquico onde, as famílias que se figeram com o control e o poder económico baixo o franquismo (incluida a do monarca), som as mesmas que seguem controlando o pastel (ainda que dezume corrupçom a esgalha) com a colabouraçom necessária do resto de agentes autores desta trama onde se tratou de conseguir que ficara “tudo atado e bem atado” como deixara dito Franco.

O programa quere ser umha Homenagem adicada a todas as pessoas que foram assassinadas por ser antifascistas nesse tramo da nossa história que os falsimédias dam em chamar a “Transiçom” e por isso fai-se um relatório (nom completo) dos casos que sucederam no periodo entre os derradeiros alentos vitais do ditador até inícios dos anos 80.

Dizer que, Continuar lendo