Agora sim que si!! Sábado 8 ás 20:00′ XXI FESTA HORTERA da Rádio KALIMERA no CS do Sar (Compostela)

Tanto tempo aguardando…para que? PARANÁ! O PARAÍSO DAS FESTAS!!!!!

festa-hortera Preparade as vossas horteradas que o dia 8 em CSA do Sar inauguramos o novo estúdio da Radio!!! Crowfoundeir@s, é o momento de recolher as vossas recompensas!!!

Que melhor que umha festa para começar esta nova etapa?

Mas, que é a Festa Hortera da Kalimera? Se queres sabe-lo, clica acá em Continuar lendo

Cisne Negro – Relatos de um anarco-individualista num mundo autoritário

Através da página das minhas compas de Abordaxe foi como soubem deste textinho que assina J. na web da R.I.A. (Rede de Informaçom Anarquista); ao gostar e concordar com gram parte do que acá J. expressa, optei por cola-lo tamém acá:

Quantas vezes você, meu amigo anarquista, ja não ouviu em foruns, plenárias, reuniões ou em simples encontros anarquistas as seguintes frases:
“Precisamos nos organizar!”
“Devemos ser combativos!”
“Somos responsáveis por fazer a revolução!”

A todos esses eu diria NÃO. A esses e a todos que usam esse tipo de premissa imperativa, onde o interlocutor não usa absolutamente nada a não ser SUA PRÓPRIA visão de mundo para decidir que mundo é o ideal e que ações devemos tomar para um dia talvez alcança-lo.
Continuar lendo

Black is Black: Um Síntoma Sistémico

Da conta Vicent Teulera na página web do Grup Antimilitarista Tortuga de Alacant de quem venhem sendo os 65 acusados que sentam no juízo das tarjetas black (e escrevo em masculino porque apenas há mulheres entre as implicadas); um juízo que deu começo esta passada 2ª feira, luns. Vos colo acá traduzido uns extratos do seu texto:
audiencia-nacional-sergio-barrenechea-efe_ediima20160926_0273_20 Poucas vezes viu-se tam abarrotado a bancada dos acusados num juízo. Júlgase a umha série de pessoas que aproveitarom o enchufe que lhes sentou no conselho de administraçom dumha caixa de aforros -um desses supostos bancos “publicos”- para encher-se os petos quebrando a lei.

Um capaço de milhons de euros gastárom-se pola cara em caprichos os preto de 70 imputados do caso dos cartons black de Caixa Madrid. E nem sequer estám todos. Alguns librarom-se por passar o tempo suficiente para que o possível delito prescreva e nom poidam ser julgados por isso. Quedárom-se o dinheiro e marcharom como um galo.
Continuar lendo

Compostela 2ª feira, luns, dia 3 outubro ás 10 em Fontinhas: Concentraçom Solidária diante do juízo a Antia, Atanes e Mario por escrache ao homofobo professor da USC Domingo Neira

homosex-juizo Se o caso do professor de Económicas Luciano Méndez nom fosse suficiente para julgar a política do governo da USC de machista e misógina, nestoutro caso as açons tomadas pola USC contra Atanes, Mario e Antía é do que nom tem nome; porque se bem nom é melhor a atuaçom da USC contra as moças que se enfrontarom ao Luciano, esta limitou-se a ficar no submundo universitário sob a forma de expediente aberto que ainda fica pendente de resoluçom; entanto no caso que nos ocupa hoje, a atuaçom das membros da direçom na USC raia o esperpento ao apresentar umha denúncia nos julgados, assinada pola Secretária Geral da USC, Consuelo Ferreiro Regueiro, e a Vice-decana da Faculdade de Ciências da Educaçom, María José Méndez Lois, por desordes públicos e na que pedem condenas de prisom de 5 meses para cada quem. Umha atitude de cumplicidade coas teses do homófobo reincidente Domingo Neira que deixa a USC num plano vergonhoso e aborrecível; se bem, dadas as coisas como som, haveria que dizer que o atual governo da USC é machista, misógino e homófobo, além de patriarcal e corporastivista (rasgos estes últimos que sempre forom e seguem a ser “marca da casa”).

Nesta entrada recolho a petiçom das perseguidas e sumo-me á difusom do seu Comunicado assim como á denúncia geral deste novo caso repressivo diante do juízo que chega, na próxima segunda feira, dia 3 de outubro, data para a que está convocada umha Concentraçom diante dos julgados de Fontinhas às 10h para demonstrar que nom aceitamos que se persiga nem reprima a defesa, sempre firme, dos direitos e liberdades sexuais de todas as pessoas. Só o podemos lograr com o nosso apoio, deixando claro que se nos ameaçam, respondemos juntas. Vemo-nos ali !

Comunicado perante o juízo polo escrache a Domingo Neira
Continuar lendo

Comochoconto – 27set1975 – Lembrança de Txiki, Otaegi, Sánchez Bravo, García Sanz e Baena Alonso

Lá polo ano 2011 nas datas do aniversário deste assessinato de estado emitira polas ondas livres da rádio Kalimera (de Compostela e da orbe enteira) este programa de Comochoconto na sua homenagem. Agora co galho de lembrar tam trágicos acontecementos, vos colo acá nesta minha bitácora, o áudio do mesmo e a entrada que escrevera para dar-lhe pulo na rede:


27-septA alba do 27 de setembro de 1975 eram fusilados Txiki, Otaegi, Sánchez Bravo, García Sanz e Baena Alonso, os dois primeiros militantes da ETA e os outros tres da FRAP. Foram assassinados polo franquismo depois de diversos juízos sumarísimos sem garantes nenhuma de respeito dos direitos humanos. Foram os últimos fusilados estando ainda Franco vivo. As numerosas petiçons internacionais de clemência e as mobilizaçons cidadás nom serviram de nada ante um Dictador que se figera em 1936 assassinando ao seu povo, e que seguira matando para arrogar-se o “direito” de poder seguir matando.

Realizado em base aos textos de:
Continuar lendo

Carta Aberta a Manuela Carmena, mulher “alcaideiçada”. Resposta das prostitutas organizadas ao libelo tirado polo concelho madrilenho

“A nenhuma das pessoas que elaborarom esta guia impórtam-lhes as mulheres em situaçom de trata, senhora Carmena, impórta-lhes sair-se coa sua e abolir a prostituiçom”.

A ex-juíza podemita madrilenha, mulher “alcadeiçada”, vem de tirar do prelo umha guia de recursos para jornalistas intitulada “El abordaje de la prostitución y la trata de seres humanos con fines de explotación laboral” que, ao dia seguinte de fáze-la pública, foi respostada pelo colectivo Hetaira e APROSEX (Asociaçom de Profissionais do Sexo) com o seguinte texto que recolho da web de APROSEX e colo acá depois de traduzi-la:

CARTA ABERTA A MANUELA CARMENA, A MULHER ALCADEIÇADA

trata09301972763154_117781993_n Sempre se disse que o nosso, é o trabalho mais antigo do mundo.

Com tudo, é possível que o fosse a política, ou concretamente umha forma de fazer política, chafalheira, a destempo e moralista, o primeiro ofício desacreditado.

Preguntámo-nos e ultimamente fazêmo-lo moi a miúdo, de onde saca a sua moralina a política de esquerdas. De onde tanto ódio cara ao que nom deseja compreender e como é possível que, desde as instituiçons públicas, recebamos as putas, tanta violência.
Continuar lendo

Abstençom 817.702 – PPdeG 676.676 (som só resultados provisórios; porque os definitivos afundarám na fenda))

abstecom A falha de computar os votos do Censo Eleitoral de Residentes Ausentes (CERA), a abstençom optem 141.026 apoios mais que o PPdeG, a força partidista á que todos os falsimédias e participantes da carreira eleitoral reconhecem e dam como gram vencedora na contenda de ontem.

Se bem os dados oficiais oferecidos até agora, além de provisórios tenhem algum erro, pois a suma de abstençons e votos emitidos dá umha suma que supom 177 eleitoras de mais que, na minha valoraçom destes resultados e como gesto de generosidade, opto por restar-lhos a abstençom; com o que, ainda assim, o resultado provisional daria a abstençom 140.849 apoios mais que ao PPdeG.
Continuar lendo