Sobre exploradores do Voto do Medo x Acratosaurio Rex

Recolho de AlasBarricadas (e traduzo) este artigo assinado por Acratosaurio Rex (dizer como curiosidade informativa para amantes e defessoras das mal chamadas redes sociais, que o portal anarquista AlasBarricadas está censurado no Facebook desde há tempo):

Volto a dizer, que a mim, sinceramente, ma pela que votes ou nom votes, que te apresentes por Podemos ou pelo PSOE. Dá-me o mesmo. A sério. O que sim considero conveniente, é responder ao discurso que nos estám a meter pelos olhos, que vem a dizer que abstencionistas vamos ter uma grande responsabilidade no triunfo da ultradireita. É incrível essa gente, desesperada por arranhar votos de alguma parte, sem importar sua procedência…, e vam com essa cantilena chamando-nos amigas das fascistas

Vamos ver. As eleiçons dizem os questionários que as vai ganhar o PSOE, que terá que pactuar com alguém. Pablo Iglesias afirma que está disposto ao que faça falta para governar, e ERC –através de seu porta-voz Gabriel Rufián–, tem dito que também, que simplesmente querem uma Mesa para falar bla bla bla. E se nom pode pactuar o PSOE com esses dois actores por exigências do guiom, como nos filmes porno quando te tinhas que empelotar, pois pactuarám com Ciudadanos e a casca-la. Ou farám algum outro malabarismo onanista. De modo que tranquilidade, que ainda há tempo.
Continuar lendo

BREVE RELATO DO CIRCO ELEITORAL x Erick Benítez Martínez

Erick é um compa anarquista mexicano, autor de entroutros ensaios do livro ““La Traición de la Hoz y el Martillo”. Em 2012 escrevera este texto que segue de raivosa atualidade, e que publico agora acá traduzido (*):

Nalguma cidade dalgum país está-se na véspera das eleiçõns.

A vida marcha como na maioria dos países: existe uma massa popular profundamente adormecida pelo ópio que o Estado e suas instituiçons têm destinadas a tais fins; uma enorme nuvem de pessoas exploradas que suportam diariamente os golpes do Estado; e claro (Poderia faltar?) uma pequena elite que vive com todas as comodidades que sua posiçom de exploradores lhes outorga.

Neste panorama apresenta-se periodicamente um ato por médio do qual se elegem aos membros do corpo governamental encarregado de proteger as mordomias da elite dantes mencionada.

Diz-se-te diariamente que és livre numa sociedade onde tua opiniom conta, onde tu decides o rumo do país.
Continuar lendo

De Podemitas, Cloacas e Jornalismo

PODEMITAS andam coma tolos porque ao parescer foram objeto de seguimento policial e TODOS os falsimédios dam bola as suas queixas de crios mimados e consentidos.

ANARQUISTAS do estado español levamos já um feixe de OPERAÇONS POLITICO-JUDÍRICO-POLICIAIS com nomes tam rimbombantes como PIÑATA, PANDORA I e II, COLUMNA, IKE, … todas elas ARQUIVADAS depois de têr que se passar várias anarquistas tempo em prisom provissória sem provas; mas nunca escutei a ningúm PODEMITA dizer NADA ao respeito, nem nenhum jornalista dos grandes falsimédios deu cancha para falar sobre elo.

DE QUE SE ESTRANHAM AGORA?? Nom pugeram suas barbas a remolho porque pese a que jogaram a ser coma nós, a tomar pose de LIBERTÁRIAS, tudo ficava nisso, na POSE pois PODEMITAS formavam já parte necessária do Sistema e nunca se pensaram que iriam contra delas usando as cloacas do Estado coma figeram com nós.
Continuar lendo

Esses valores que nos transmitem na Democracia: Culpabilizar o Amor e Transigir com o Ódio

Ajudar a Morrer alguém que o pede porque ela nom pode suicidar-se -segundo seria seu desejo- é um Ato Generoso Moi Loável que demonstra Muitíssimo Amor a essa Pessoa.
Deixar que Morram miles de pessoas no Mediterráneo e Impedir que Solidárias atuem na sua Ajuda e Resgate é um Ato Denigrante Moi Criticável que demonstra Muitíssimo Ódio e Xenofobia e uma Total Carência de Empatia com tuda a Humanidade.

Aqueles machos que diziam ser ‘a tormenta’… x Vicent Partal

Recolho (traduço e colo) do site VilaWeb.cat esta editorial assinada por Vicent Partal sobre a “hombría” das forças armadas espanholas enviadas a Catalunya para tentar atalhar o Procés:

«Agora se nos aparecem como umas personagens atemorizadas que, simples, morriam de medo diante dos berros e as bandeiras da gente»

Em 23 de setembro de 2017, num dos momentos mais tensos do outono republicano catalão, a conta oficial de Twitter da Guarda Civil, fez pública esta piada:

Todo mundo entendeu a que se referia. Era uma ameaça à cidadania catalã e ao governo, em previsão do referendo de autodeterminação que finalmente se celebrou o primeiro de outubro, sem que ‘a tormenta’ o pudesse impedir. Mas a piada refletia um marco cultural violento, ameaçador e profundamente machista, que inclusive se fazia evidente nessa fotografia, com aquele espanhol racial que pousava de uniforme com lentes de sol, boina militar e as mãos situadas cuidadosamente na sua cintura. Preparado para malhar.
Continuar lendo

VOTA IDIOTA !!

Dadas as inúmeras chamadas ao voto útil nas redes sociais e demais artilúgios do Capital por temor á chegada ao poder da direitona.

Dado que desde essas posturas amossassem beligerantes contra quem, coma mim, nos declaramos abstencionistas consequentes.

Dado que tratam de culpabilizar-nos das suas derrotas no campo eleitoral do Capitalismo Galopante.

Dado que, ao meu entender, governa essa direitona desde fai mais de tropecentos anos com diferentes disfarces pero sempre obedecendo o que dite o Gram Capital.

Vejo-me impelido a contra-atacar e começar desde acá minha campanha abstencionista, e como já vam muitos insultos recebedos, comezarei insultando a quem se ponha por diante.

1º ato:

Avissadas ficades podemitas e demais rálea.