O juíz Villares, jefe da oposiçom do parlamentinho, quer secretário, quer chofer: Nem esquerda, nem direita, nem em riba, nem em baixo

Dim por algures que a sua ilaçom com os partidos sistémicos veu da mão de Esquerda Unida, onde foi militante. Dim que, na sua condiçom de juiz, cumprira de jeito estrito com os códigos legais vigentes aprovados durante a ditadura franquista e a pseudo-democracia consequente. Dim que decidiu apresentar-se a presidente da Galiza porque suas prioridades eram a defessa dos intereses do povo. Mesmo na sua autobiografia na web de En Marea farda da sua vinculaçom com entidades centradas na defensa dos dereitos sociais.

Mas agora que perdeu a partida eleitoral tras a deixar a toga polo estrelato na política partidista, o “senhor juiz” veu de cair na conta de que cobrava mais como juiz que como jefe da oposiçom no parlamentinho e que bota em falha umha secretária que lhe leve sua agenda e um chofer a sua enteira disposiçom e por suposto cobrar as dietas por gastos de kilometragem e umha compensaçom por quanto leva gastado desde que tomara a decisom de acodir ás eleiçons e deixar aparcada a sua carreira judicial com a conseguinte perda do seu salário profissional.

E assim é como se fam os líderes da política partidária instituiçonal. E remato com um conselho publicitário:

Muito marear da para vomitar

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s